Artista faz homenagem às vítimas da tragédia da barragem em Mariana

Ele escolheu o pincel e a lama como ferramentas e eternizou.

O ano de 2015 foi marcado por um desastre ambiental que emocionou o Brasil. No dia 5 de novembro uma barragem da mineradora Samarco no distrito de Bento Rodrigues, entre as cidades de Mariana e Ouro Preto se rompeu e devastou toda a região.

Seis meses depois do ocorrido, o grande mar de lama se transformou em uma matéria-prima para o projeto chamado ‘A arte nunca esquece’, que tem o objetivo de relembrar a tragédia e conscientizar os políticos e o Brasil inteiro.

O projeto tem como autor Marcelo Torentino com parceria da Escola Panamericana de Arte e Design. Eles voltaram ao local e ouviram os moradores para tentar entender como eles estavam levando a vida. Ele escolheu o pincel e a lama como ferramentas e eternizou os rostos e expressões destas pessoas que lidam diariamente com o recomeço, a reconstrução e a esperança de que a Justiça tome as decisões cabíveis.

Projeto para lembrar vítimas de Mariana (Crédito: Reprodução)
Projeto para lembrar vítimas de Mariana (Crédito: Reprodução)
Projeto para lembrar vítimas de Mariana (Crédito: Reprodução)
Projeto para lembrar vítimas de Mariana (Crédito: Reprodução)
Projeto para lembrar vítimas de Mariana (Crédito: Reprodução)
Projeto para lembrar vítimas de Mariana (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do Brasil Post