Assaltantes são presos de cueca após renderem 70 pessoas em sauna gay

Uma travesti que estava no local diz que foi abusada pelos criminosos.


Seis homens armados assaltaram uma sauna gay na noite desta quarta-feira (25) na quadra 503 da Asa Sul, região central de Brasília. Após a chegada da polícia, todos os assaltantes foram presos. Alguns deles estavam de cueca no momento da prisão.

Pelo menos 70 pessoas, entre clientes e funcionários, foram rendidas pelos assaltantes, por volta das 20h. Um dos frequentadores, que não quis se identificar, disse que os ladrões agiram com violência.

 "Já chegaram rendendo todo mundo, metendo tapa, xingando".

Uma travesti que estava no local diz que foi abusada pelos criminosos.

"Eles perguntaram se a gente era mulher, respondemos que não. Então fomos as primeiras a ser amarradas. Nesse momento, eles já pediram que fizéssemos sexo oral neles e abusaram da gente".

A polícia foi chamada por uma das vítimas e isolou completamente a área. Não houve negociação. Quando a equipe de policiais entrou no prédio, já viu um dos criminosos, que se rendeu. Outros assaltantes tentaram escapar pelo telhado, de acordo com o aspirante Guilherme Fonseca, da Polícia Militar.

"Pedi apoio, nós conseguimos localizar quatro suspeitos aqui em cima. Chegou a equipe do Bope, que pegou mais dois. Eles tinham três ou quatro armas, que foram levadas para a delegacia".

Com os suspeitos, a polícia encontrou dinheiro e pertences das vítimas. Os criminosos chegaram ao local em dois carros que foram deixados em um estacionamento ao lado da sauna. Os veículos foram guinchados e levados para o pátio da 1ª Delegacia de Polícia, na Asa Sul.

Fonte: R7