Ataque durante celebração religiosa deixa 55 mortos no Iraque

O atentado ocorreu durante comemoração religiosa da Ashura

Pelo menos 55 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas durante um atentando suicida contra fiéis xiitas durante uma comemoração religiosa da Ashura, em Bagdá, capital do Iraque.

A autoria do atentado foi reivindicado pelo grupo Estado Islâmico.

Um homem detonou o colete com explosivos com o qual estava vestido em uma tenda instalada para as comemorações religiosas no bairro de Al Shaab, no nordeste da capital e de maioria xiita.

As autoridades não descartam o aumento no número de vítimas, uma vez que o local estava cheio e alguns feridos foram resgatados em estado grave.

Diversos ataques têm ocorrido na região desde que o governo iraquiano começou a se preparar para retomar Mosul, última cidade do Iraque ainda sob controle do Estado Islâmico.


Ataque deixou 55 mortos
Ataque deixou 55 mortos


A Ashura lembra o aniversário do martírio do imã Hussein, neto do profeta Maomé, que morreu no ano de 680 pelas mãos das tropas do califa omíada Yazid (líder do ramo sunita do islã).

Desde o primeiro dia do mês de muharram - o primeiro do calendário islâmico - os fiéis xiitas marcham a pé até Karbala, cidade iraquiana onde morreu o imã Hussein após resistir por dez dias à ofensiva do califa omíada.

Fonte: Uol