Atropelada por ônibus no CE diz que não sentiu e não lembra de nada

Uma câmera de segurança registrou o momento em que ela foi atropelada na sexta-feira (1º), em Fortaleza.

A auxiliar de costureira Maria Gracilene de Sousa, que aparece em um vídeo sendo atropelada por um ônibus, disse que não sentiu nada durante o acidente e nem lembra como foi atingida. Uma câmera de segurança registrou o momento em que ela foi atropelada na sexta-feira (1º), em Fortaleza.

"Eu retornava do supermercado quando tentei desviar de uma obra que estava na calçada. Quando eu me preparei para desviar da obra senti um forte vento, um choque, e caí no chão. Não senti nada", disse. O acidente ocorreu na Avenida Senador Fernandes Távora, no Bairro Autran Nunes.

Depois do acidente, Maria Gracilene lembra que tentou levantar, mas não conseguiu. Percebeu apenas que estava rodeada de pessoas tentando tranquilizá-la e perguntando se ela estava com dores.

"Tentei me levantar e não consegui. Vi muita gente me ajudando e falando para mim que estava tudo bem. Não sentia dor, apenas tontura. Não sabia que tinha sido atropelada", afirmou.

Ferimentos

A auxiliar de costureira ficou com hematomas no ombro e no rosto. Ela foi socorrida para o hospital Instituto Doutor José Frota, no Bairro Centro, na capital. Passou por uma série de exames, foi medicada e liberada. Segundo ela, irá realizar novos exames no sábado (9). "Fiz uns exames e não foi detectada fratura. Me sinto muito bem, mas eles pediram para eu retornar na próxima semana para fazer outros exames. O importante é que estou bem", disse.



Fonte: G1