Avenida Henry Wall de Carvalho terá iluminação de LED

O investimento é de R$ 2,4 milhões oriundos do FUMIP.

A Avenida Henry Wall de Carvalho, Zona Sul de Teresina, vai ganhar nova iluminação pública, com luminárias de LED, que iluminam mais e melhor a via, proporcionando mais conforto e segurança à população. Segundo estimativa da Coordenação de Iluminação Pública da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH), cerca de 100 mil pessoas deverão ser beneficiadas com a novidade.

“Em março deste ano começamos a implantação das novas luminárias de LED. A conclusão desse serviço só não foi possível ainda devido à obra civil que ocorre na via, que, além de nova iluminação, vai ganhar um novo asfalto, além de toda a reconstrução de drenagem, entre outros detalhes”, disse Davimar Holanda, coordenador de Iluminação Pública.

12 bairros da Zona Sul serão beneficiados diretamente com a nova iluminação, além dos municípios próximos a Teresina e de alguns municípios do Maranhão, cujos moradores trafegam pela Avenida Henry Wall de Carvalho diariamente: ao todo, serão, em média, 100 mil pessoas beneficiadas.

Foram colocadas 330 novas luminárias em LED e 330 luminárias em vapor metálico, totalizando 660 novas luminárias. O investimento de R$ 2,4 milhões foi oriundo do Fundo Municipal de Iluminação Pública (FUMIP).

“A Prefeitura de Teresina tem, ainda, um planejamento de melhoria da iluminação pública de outras vias pela cidade, a exemplo das Avenidas Nossa Senhora de Fátima, Duque de Caxias, Frei Serafim e Joaquim Nelson, além de outras que, assim como na Henry Wall de Carvalho, também passam por obras civis de melhoria, como a Avenida Manoel Aires Neto”, pontuou o coordenador.

As luminárias antigas possuem 400 watts de potência; as de LED, 308. Segundo o coordenador, isso significa que a de LED gasta menos energia e, mesmo assim, ilumina mais e melhor, além de possuir uma vida útil bem maior do que as lâmpadas tradicionais.

O parque de iluminação de Teresina possui 60 mil pontos de luz, sendo cerca de 90% composto por lâmpadas de vapor de sódio, a chamada luz amarela, entre 70 e 400 watts.

Fonte: Ascom