B-R-O-Bró exige proteção com a exposição ao sol em Teresina

A exposição intensa ao sol pode provocar doenças

Em Teresina, o mês de setembro significa a abertura da temporada mais quente do ano e por isso a população deve ficar atenta quanto à exposição ao sol. Em especial, os profissionais que trabalham ao sol. Devido ao trabalho, eles são os mais afetados pelos efeitos das altas temperaturas.

Passando pela cidade, é possível encontrar muitos trabalhadores que, sem temer ao sol, seguem suas atividades rotineiras. No entanto, é preciso tomar algumas medidas de proteção, o que muitas vezes não ocorre e acaba gerando doenças, inclusive câncer de pele.

A panfleteira Walkíria Afonso, que trabalha na Avenida Miguel Rosa, no centro da capital, mesmo sob um sol escaldante, quase ao meio-dia, distribuía panfletos aos condutores e pedestres que passavam pelo local. Ela garante não dispensar protetor solar e muita água.

“A maioria das empresas já fornece o kit proteção. Sem se proteger, seria impossível trabalhar neste sol. Por isso, não dispenso o boné, muita água, as mangas de proteção de braço e o filtro solar. E ainda assim sinto os efeitos do B-R-O-Bró”, relata a panfleteira, enxugando o suor que escorria de seu rosto.

Image title

Outra panfleteira que não dispensa o protetor solar é Deane Jamy, que passa o produto antes do trabalho, mas diz que não se sente devidamente protegida. “Eu uso protetor solar, não dá para trabalhar sem.

Quando não uso, fico toda avermelhada e com a pele ardendo. O calor aumentou muito nessas últimas semanas. A sensação é que não estou totalmente protegida”, destaca.

Além dos panfleteiros, quem também se expõe ao sol para trabalhar são os vendedores ambulantes. Mais numerosos no centro da capital, pela intensa transição de populares, eles afirmam que durante o B-R-O-Bró aumentam as dificuldades de trabalho.

“O pior momento é ao meio-dia. Mesmo com esse guarda-sol, o vapor quente é intenso. Chego a ficar sem ar. Vendo água de coco e água mineral e aproveito para matar a sede. Alivia um pouco”, revela a vendedora Zita Maria.

Image title

Temperatura elevada e baixa umidade

Segundo a Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hidricos (Semar), através da Gerência de Hidrometeorologia, no Piauí as altas temperaturas e a baixa umidade relativa do ar serão mantidas.

A atuação da massa de ar seco desfavorece a formação de nebulosidade e de chuvas sobre o Estado. A previsão do tempo para Teresina nesta quarta-feira (09) é dia predominantemente ensolarado, mas com períodos nublados e um pouco de instabilidade que poderá provocar chuva fraca e isolada.

Já na quinta-feira (10), o dia estará parcialmente nublado a claro, com crescimento de nebulosidade à noite. A umidade relativa do ar registra 30%.

Image title


Fonte: Virgínia Santos e Márcia Gabriele