Bebê que nasceu sem mãe saber que estava grávida está na UTI

Bebê que nasceu sem mãe saber que estava grávida está na UTI

O bebê, segundo a assessoria de comunicação do hospital, teve um problema no umbigo e precisou ser internado.

O bebê da doméstica Deusirene Pereira dos Santos, de 40 anos, que deu à luz sem saber que estava grávida, no último dia 18 de outubro, em Araguaína, norte do Tocantins, está na UTI Neonatal da Maternidade Dom Orione do município. O bebê, segundo a assessoria de comunicação do hospital, teve um problema no umbigo e precisou ser internado.

Deusirene deu entrada há dez dias na Unidade de Pronto Atendimento 24h Anatólio Dias Carneiro do município com fortes dores nas costas e na barriga. Lá, as enfermeiras descobriram que a mãe estava grávida e o bebê estava prestes a nascer. "Eu realmente não sabia e estou até agora assustada. Eu não senti nada durante os nove meses", disse ela.

No dia do nascimento do filho a mãe ainda não havia escolhido o nome da criança, até porque Deusirene foi surpreendida com a gravidez. Mas agora o bebê, que nasceu medindo 44 centímetros e pesando mais de dois quilos, já tem um nome. Ele se chama Theo. Nome escolhido pela filha mais velha de Deusirene. "É aquele Theo da novela", diz a mãe, se referindo ao personagem do ator Rodrigo Lombardi da novela Salve Jorge, da TV Globo. "É porque o meu filho virou uma celebridade", explica sorridente. A criança deve ser registrada assim que sair da unidade hospitalar.

Todos os dias, a mãe, que já têm seis filhos, vai até a maternidade para amamentar a criança e passar o dia inteiro com ela. Deusirene conta que às vezes ganha carona da patroa para ir à unidade e outras vezes recebe ajuda financeira de amigos para ir de mototáxi. A mãe explica que recebe em média R$ 400 por mês para sustentar sozinha toda a família. O pai de Theo não mora com Deusirene, mas segundo a mãe, ele prometeu ajudar a criar o menino.

O pequeno Theo deve deixar a unidade na próxima quarta-feira (30), segundo a mãe. "Ele está bem", diz Deusirene, que confessa ter outras preocupações. A doméstica explicou que ainda não conseguiu montar o enxoval do menino. "O Théo ainda não tem uma roupinha. Está sendo muito difícil estes dias porque não estou trabalhando e não tenho dinheiro para comprar as roupas", lamenta a mãe. Ela ainda disse que agora conta com ajuda de amigos e familiares para conseguir criar o menino que se tornou "celebridade" no Tocantins.

Fonte: G1