Bilionário brasileiro vai doar 60% da fortuna para causas sociais

O dinheiro doado será destinado, principalmente, para a educação

Elie Horn, dono de uma das maiores construtoras do Brasil, foi o primeiro brasileiro a aderir ao The Giving Pledge ("Chamada à doação"), programa que incentiva doações de bilionários às causas sociais, criado em 2010 pelos bilionários Bill Gates e Warren Buffett.

Image title

Aos 71 anos, o bilionário dono da Cyrela anunciou que vai doar 60% do seu patrimônio pessoal durante a vida, informou o jornal Folha de S. Paulo nesta semana.

Um dos homens mais ricos do Brasil, Horn tem atualmente uma fortuna estimada em US$ 1 bilhão, ou cerca de R$ 3,9 bilhões. Ele é acionista principal da Cyrela e presidente do Conselho de Administração da companhia.

Elie Horn e sua esposa, Susy Horn, se tornaram membros do programa em junho deste ano. O dinheiro doado será destinado, principalmente, para a educação.

A ideia é doar até 60% dos seus bens para caridade enquanto estiver vivo. "Fazer o bem é um ótimo investimento. É tão óbvio, não entendo como as pessoas não compreendem", disse Elie durante o 4º Fórum Brasileiro de Filantropos & Investidores Sociais, realizado pelo Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social.

Com o anúncio oficial, Elie e Susy estão entre os 138 membros do The Giving Pledge, programa que incentiva bilionários a destinar pelo menos metade de suas fortunas para a caridade durante a vida.

A lista conta com Michael Bloomberg, Richard Branson, Ted Turner e Mark Zuckerberg, que anunciou ontem (1) junto à esposa, Priscilla Chan, que irá doar 99% de suas ações do Facebook, atualmente avaliadas US$ 45 bilhões (R$ 173,4 bilhões). O anúncio foi feito em formato de carta, postado na Facebook, para comemorar a chegada da filha Max.


Fonte: Com informações do Brasil Post