Boeing 737 da American Airlines sai da pista e parte ao meio durante pouso na Jamaica

De acordo com o ministro de Informação jamaicano, Daryl Vaz, em declarações ao jornal Jamaica Observer, 40 pessoas se feriram

Um Boeing 737 da American Airlines saiu da pista na noite desta quarta-feira (23) ao pousar no Aeroporto Internacional de Kingston, na Jamaica, danificando a aeronave e deixando feridos. Segundo a Administração Federal de Aviação (FAA) dos Estados Unidos, a aeronave havia decolado de Miami, em um voo originário de Washington DC.

De acordo com o ministro de Informação jamaicano, Daryl Vaz, em declarações ao jornal Jamaica Observer, 40 pessoas se feriram, mas não há mortos. ?Os feridos foram levados ao Hospital Público de Kingston?, disse o ministro. Segundo ele, a maioria dos viajantes eram jamaicanos que voltavam para casa para o Natal.

O voo AA 331 enfrentou forte chuva ao aterrissar por volta das 22h (horário local) e parou na areia da praia. Segundo a rede americana Fox News, citando relatos de moradores, o avião se dividiu em duas partes no acidente.

O coordenador de operações do aeroporto, Omar Lawrence, declarou à CNN que havia 145 passageiros e sete tripulantes a bordo. Já segundo a agência de notícias Associated Press (AP), a aeronave levava 48 passageiros e seis tripulantes.

Segundo a passageira Pilar Abaurrea, em entrevista à AP, o voo teve muita turbulência e obrigou a tripulação a suspender o serviço de bordo três vezes. De acordo com ela, antes do pouso, o piloto alertou sobre mais turbulência, mas disse que não seria pior do que a já enfrentada.

O aeroporto está fechado para pousos e decolagens. A empresa não fez especulações sobre as causas do acidente e prometeu divulgar uma nota mais completa na quarta-feira.

Fonte: g1, www.g1.com.br