Bono e Dilma rezam em memória às vítimas da tragédia no Rio

Líder do U2 foi recebido pela presidente no Palácio da Alvorada

O líder do U2, Bono, rezou nesta sexta-feira (8) ao lado da presidente Dilma Rousseff na capela do Palácio da Alvorada, em Brasília, em memória às vítimas da tragédia em Realengo. Depois, eles fizeram um minuto de silêncio. Bono disse que Dilma "está muito triste". O encontro com a presidente durou cerca de três horas.

Depois de um passeio pelo Palácio da Alvorada, o integrantes de U2, a presidente e os assessores foram conhecer a capela. Bono iniciou a orçaõ em voz alta.

"Ela está muito triste. Nós estamos todos tristes, como pais. É difícil até falar sobre isso, pensar nisso. Você pensa nos seus próprios filhos. Nossas orações é claro que vão para as mães e as famílias", afirmou Bono.



Na manhã desta quinta-feira (7), Wellington Menezes invadiu a Escola Municipal Tassio da Silveira, em Realengo, Zona Oeste do Rio, disparou tiros contra os estudantes e se suicidou. Doze crianças morreram e 11 estão feridas, 3 delas em estado grave.

Ela está muito triste. Nós estamos todos tristes, como pais. É difícil até falar sobre isso, pensar nisso. Você pensa nos seus próprios filhos. Nossas orações é claro que vão para as mães e as famílias"

Bono, do U2, após reunião com a presidente Dilma Rousseff

O líder do U2 e os demais integrantes da banda foram recebidos pela presidente Dilma Rousseff, pelo ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, e pela ministra da Secretaria de Comunicação Social, Helena Chagas. Eles foram convidados para almoçar com a presidente.

Bono afirmou ainda que ele e os demais integrantes da banda são "grandes fãs" das obras de Oscar Niemeyer. "Quando andamos nas ruas [de Brasília] esperamos que as pessoas deem a mesma atenção às obras [do arquiteto] que deram para nós", disse.

O líder do U2 disse ter conversado com Dilma sobre o combate à miséria e à corrupção, em especial sobre a Lei da Ficha Limpa. "Ela está ansiosa para alcançar os objetivos na luta contra a pobreza extrema. Há muito o que se fazer ainda."

As declarações de Bono foram dadas após o encontro dele com a presidente. Dilma não estava presente. Segundo ele, Dilma foi muito hospitaleira e gentil. Após conversar com os jornalistas, os integrantes do U2 ainda atenderam aos fãs que aguardavam desde o início da manhã na portaria do Palácio da Alvorada.

Bono deu atenção especial a crianças de uma escola de Brasília que visitavam a residência oficial da Presidência. Ele e os demais integrantes da banda tiraram fotos com os fãs.

Turnê

O U2 apresenta a turnê "360º" em três shows em São Paulo, no estádio do Morumbi, nos dias 9, 10 e 13 de abril.

O diretor da turnê, Craig Evans, dIsse nesta quinta-feira, em São Paulo, que a maior parte da estrutura para a realização do show já está de pé, e os trabalhadores terminavam de fazer os últimos ajustes para a série de apresentações que começa neste sábado (9).

O telão circular, um dos principais elementos do espetáculo, ainda não havia sido montado. O equipamento pesa 54 toneladas e, se aberto, mede 1.300 m². Possui mais de um milhão de peças e tem resolução de 500 mil pixels. Durante a apresentação, ele pode se "espalhar" verticalmente.

Fonte: g1, www.g1.com.br