Botão do Pânico: tecnologia aliada no combate à violência contra a mulher

Botão do Pânico: tecnologia aliada no combate à violência contra a mulher

Com apenas um clique no botão do aparelho, será possível preencher uma lacuna de fiscalização na Lei Maria da Penha.

A tecnologia está agora aliada aos serviços de combate à violência contra a mulher. Um pequeno aparelho de 5 cm e sem muitos detalhes que foi criado pelo Instituto Nacional de Tecnologia Protetiva, promete fiscalizar as medidas de proteção expedidas pelo juizado especializado em violências contra a mulher.

O dispositivo, que recebe o nome de botão do pânico, é utilizado apenas em fase experimental o estado do Espírito Santo. O lançamento no Piauí aconteceu na última terça-feira, 03, com a assinatura do corregedor de Justiça, Francisco Antonio Paes Landim Filho, no termo de parceria do Instituto de Parceria Nacional de Tecnologia Preventiva.

Com apenas um clique no botão do aparelho, será possível preencher uma lacuna de fiscalização na Lei Maria da Penha. O projeto seleciona mulheres amparadas pela lei para o uso correto e discreto do dispositivo.

Quando acionado o aparelho permite que a Central de Atendimentos receba as coordenadas e inicie as gravações do som ambiente, servindo de ferramenta contra o acusado na justiça, encaminhando um alerta para a patrulha Maria da Penha.

Segundo a Corregedoria de Justiça do Estado do Piauí 92% dos casos de violência contra a mulher acontece dentro dos lares das famílias da capital. A instalação do botão do pânico será feita inicialmente em Teresina, Parnaíba, Picos, mas, segundo a corregedoria, o objetivo é instalá-lo em todo o estado do Piauí.

CONFIRA A REPORTAGEM


AGORA: Caso Botão do Pânico 05.09.13 por redemeionorte

Fonte: Denison Duarte