Brasil é o país mais violento contra transexuais do mundo

Entre janeiro de 2008 e março de 2014, foram registradas 604 mortes

O Brasil segue no topo com a nada honrosa marca de país que mais mata travestis e transexuais no mundo e o que mais procura pornografia trans em site na internet.

De acordo com uma pesquisa divulgada, as mulheres brasileiras foram 33% da audiência da plataforma, média 8% maior quando comparada com a média mundial. O Brasil, aliás, só perde para os Estados Unidos em número de acesso, sendo os brasileiros os consumidores com acesso mais duradouro.

Os termos mais buscados pelos homens são, na ordem, filmes de sexo entre lésbicas, sexo anal, teen, maduras e transexuais.

O interesse na pornografia envolvendo transexuais - o quarto item mais popular no país - é 89% maior que a média mundial. Isso num país onde ser transexual é sinônimo de sofrer violência e brutalidade.

Segundo pesquisa da organização não governamental (ONG) Transgender Europe (TGEU), entre janeiro de 2008 e março de 2014, foram registradas 604 mortes no país.

Image title

Fonte: Com informações do Brasil Post