Brasil tem 363 motoristas autuados por disputa de racha todo mês

Os praticantes de racha podem pegar até 10 anos de prisão

Ao menos 363 motoristas são autuados por mês no País por participar de rachas de veículos. Neste ano, só até junho, o Registro Nacional de Infrações (Renainf), ligado ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), já registrou 2.179 casos, média maior do que nos dois anos anteriores – 327/mês, em 2015, e 282/mês em 2014. Minas tem o maior número absoluto de autuações: só neste ano, foram 259.

Os dados foram obtidos por meio da Lei de Acesso à Informação e em pesquisas em boletins de ocorrência de São Paulo que podem estar subnotificados, já que não foram consideradas todas as autuações por alta velocidade ou racha.

Para o levantamento, só foram somados os dados de duas violações do Código de Trânsito Brasileiro (CTB): "utilizar veículo para demonstrar ou exibir manobra perigosa mediante arrancada brusca ou derrapagem com deslizamento de pneus" e "disputar corrida".

Image title

Os praticantes do racha – que é ilegal, pode levar a até 10 anos de prisão, apreensão do veículo, multa e suspensão da carteira nacional de habilitação – muitas vezes divulgam vídeos dessas competições no YouTube e em outras redes sociais. Os eventos são avisados por meio do Facebook e do aplicativo WhatsApp.



Fonte: iG