Brasileira é presa suspeita de enviar corpo de sua amiga com 12 golpes de faca via correio no Japão

Brasileira é presa suspeita de enviar corpo de sua amiga com 12 golpes de faca via correio no Japão

Brasileira de 29 anos foi detida na China

Uma brasileira de 29 anos foi detida na China, suspeita de ter enviado pelo correio no Japão o cadáver de sua amiga dentro de um pacote, informou nesta quarta-feira (28) a polícia da cidade de Osaka, onde a vítima morava.

A brasileira - cujo nome não foi divulgado - de ascendência japonesa foi colega de colégio da vítima segundo a imprensa japonesa, tinha se apresentado na véspera ao consulado japonês de Xangai, onde as autoridades a entregaram à polícia chinesa.

Os policiais de Osaka (no oeste do país) devem solicitar ao país vizinho a extradição da brasileira para o Japão.

Na terça (27) , a polícia japonesa divulgou ter encontrado o corpo de Rika Okada, uma enfermeira de 29 anos que estava desaparecida desde 21 de março, em um depósito de Hachioji, na região metropolitana de Tóquio.

O corpo tinha uma dúzia de ferimentos de arma branca, estava dentro de uma gaveta que tinha escrita a palavra "ningyo" (bonecas em japonês) e foi enviado pelo correio no nome da própria vítima e de seu endereço em Osaka.

As autoridades também informaram que o depósito de guarda-móveis tinha sido alugado usando o cartão de crédito de Okada e que ele estava no mesmo condomínio em que a mulher detida mora.

Ela saiu de Tóquio com destino a Xangai em um voo comercial em 3 de maio usando o passaporte da vítima.

Logo antes de seu desaparecimento, Okada publicou em seu perfil no Facebook que se encontraria com uma velha amiga, a quem não via há uma década.

Fonte: G1