Morre Brasileira que tentava entrar ilegalmente nos EUA

Morre Brasileira que tentava entrar ilegalmente nos EUA

Brasileira Silvinha morreu após o bote em que estava virar no mar

A brasileira Silvinha da Silva Braga Oliveira, 45 anos, morreu após o bote em que estava virar próximo a Saint Martin, uma ilha que é território francês e holandês, no mar do Caribe. O acidente, que teria deixado outras duas vítimas, ocorreu na madrugada de segunda-feira.

Segundo a estudante Daiane Braga, 22 anos, filha da brasileira morta no naufrágio, a mãe tentava com o pai Adilson Gonçalves de Oliveira, 42 anos, chegar aos Estados Unidos. O casal, natural de Alto Rio Novo (ES), já havia morado no país em 1992. ?Eles foram por agência até o Canadá e de lá iriam entrar ilegalmente nos Estados Unidos. Quando eles moraram lá foram pegos por estarem ilegais, então não conseguiram visto, mas a minha mãe queria muito voltar para lá. O acordo era que iriam pagar a agência quando chegassem nos Estados Unidos?, contou a filha.

Daiane disse que Oliveira e a mulher faziam parte de um grupo de cerca de 20 imigrantes ilegais brasileiros. ?Eles falaram que seria seguro, que teria colete salva-vidas, mas quando chegaram lá, foram roubados e obrigados a entrar no bote sem coletes senão iam morrer. O mar estava agitado e o bote virou em alto-mar. Só sobreviveu quem conseguiu se segurar no bote?, relatou a estudante.

O pai conseguiu se salvar e foi preso pela Guarda Costeira por estar sem documentos. Ele ligou para Daiane e a irmã Natieli, 21 anos, para contar o que houve. O corpo de Silvinha foi encontrado na terça-feira. ?O meu pai tentou salvar minha mãe, mas não conseguiu. Ele está muito desesperado?, lamentou, ressaltando que ainda não sabe como será feito o translado do corpo e o retorno do pai.

Como não há uma representação do Itamaraty na região, a assessoria de imprensa do Ministério das Relações Exteriores (Itamaraty) informou que um representante do governo brasileiro foi deslocado do consulado de Caiena, na Guiana Francesa, para o local do acidente. A previsão é que o órgão tenha uma posição oficial sobre o acidente envolvendo brasileiros até a tarde desta quarta-feira.

Fonte: Terra, www.terra.com.br