Brasileiro injeta óleo em si mesmo há 5 anos para ficar musculoso

Apesar do risco, homem diz que vai continuar com a aplicação

A vida do brasileiro Valdir Segato, de 48 anos, de repente começou a ser contada por sites de todo o mundo. O sonho dele era ser fisiculturista e, para conseguir isso, recorreu a um método perigoso: injetar óleo Synthol diretamente nos músculos de seu corpo.

Ao todo, foram 25 kg adquiridos por causa das injeções, mesmo que o fato de parecer ter músculos imensos não faça dele uma pessoa forte. Embora seu sonho possa ter uma consequência fatal, Segato afirma que sua vontade é a de ficar ainda maior.

As injeções começaram a ser aplicadas por ele mesmo há cinco anos e, desde então, sua forma física foi simplesmente transformada. Conhecido pelos amigos de São Paulo, onde mora, como He-Man, Segato era muito magro quando mais novo, devido a um problema com drogas, e era chamado de “cachorro magro” e “caveirinha”.

"Eles me chamam de Hulk, Schwarzenegger, He-Man, e eu gosto. Eu dobrei o tamanho do meu bíceps, mas quero aumentar ainda mais", disse ele, cujo bíceps mede 58 centímetros.

Decidido a mudar de vida, ele começou a frequentar uma academia e lá conheceu o Synthol, a substância conhecida por seduzir quem busca definição muscular de maneira rápida, ainda que a saúde seja altamente prejudicada por isso. Depois de adquirir a substância, Segato passou a injetá-la em seus braços, ombros e peitoral.

Ainda que corra riscos até mesmo de amputação e que já tenha sido alertado a parar de usar as injeções por muitos médicos, Segato afirma que não pretende deixar de usar o produto, que o usa porque quer e porque gosta. 

"Os médicos me dizem para parar, mas é minha decisão de usar, porque eu quero, e eu gosto. Não ligo para o que as pessoas dizem. Se eu gostar de mim mesmo, é o suficiente. Meu sonho é que com essa musculatura eu possa fazer algo, ter uma carreira usando meu corpo", afirmou.



Fonte: Com informações do Megacurioso