Buracos causam acidentes em avenida de bairro da zona Norte de Teresina

Buracos causam acidentes em avenida de bairro da zona Norte de Teresina

Devido à ação do tempo, buracos têm se formado ao longo da Avenida Poti Velho.

O tráfego de veículos está quase impossível na Avenida Poti Velho, no Bairro Parque Brasil III, zona Norte de Teresina. A equipe do jornal Meio Norte esteve no local a pedido do leitor e constatou que os motoristas precisam ter muito jogo de cintura ao circular por essa via. É preciso reduzir a velocidade, muitas vezes, bruscamente, para evitar acidentes ou danos aos carros.

Segundo os moradores e comerciantes locais, a situação está precária e vários acidentes já foram registrados por conta dos grandes buracos existentes no asfalto.

Desde o ano passado, mais especificamente no mês de dezembro, a situação foi ficando pior. Para os condutores de carros e motocicletas, o tráfego é difícil, ainda mais quando se refere a carros maiores, como as caçambas, que comumente passam pela via.

Eles afirmam ainda que o problema se repete todos os anos e que, inclusive, no ano passado, foram feitos alguns reparos no asfalto, mas com poucos meses o problema já era o mesmo. Porque, na verdade, não houve um recapeamento e sim, um preenchimento do buraco com um asfalto mais fraco.

?Estamos há mais de três meses nessa situação e digo com certeza, que todos os dias saem gente daqui para o hospital vítimas de acidente.

Essas ocorrências acontecem principalmente à noite, pois essa avenida não tem iluminação e quando o carro dianteiro para (por conta do buraco), o traseiro bate?, coloca o comerciante Ivan Cabral, ao ressaltar que todo problema é consequência de um trabalho mal-acabado.

?Isto aqui está acontecendo porque no ano passado a Rua São Pedro, que corta a Avenida foi calçada, mas a água que vem pelo esgoto desta rua não tem para onde escorrer e fica totalmente acumulada na avenida. A SDU já está sabendo de toda essa situação, mas até agora nada foi feito e o buraco está só crescendo?, lamenta Ivan.

Para Mauricélia Cavalcante, que mora no Residencial Jacinta Andrade e precisa passar pela via todos os dias, os buracos no asfalto já vêm gerando prejuízos.

Ela revela que o seu carro está todo arrebentado devido as condições da Avenida. ?Toda essa situação é fruto de remendos maus feitos e por conta disso, o risco e a ocorrência de acidentes nessa área é elevado. Os motoristas que passam por aqui precisam fazer manobras, senão, a coisa fica feia?, finaliza.

Fonte: Aline Damasceno