Cabeleireiro mais rápido do Brasil quer recorde para o Guinness

Cabeleireiro mais rápido do Brasil quer recorde para o Guinness

Jonathan Coutinho fez recorde ao cortar 20 cabelos em apenas 16 minutos.

Um jovem cabeleireiro, que já é conhecido no mundo da beleza como o profissional mais rápido do Brasil, quer bater um recorde mundial. Jonathan Coutinho descobriu o talento com as tesouras quando ainda era menor de idade e cortava o próprio cabelo na sua cidade natal, Jacupiranga, no Vale do Ribeira. Agora, aos 26 anos, ele pretende cortar 20 cabelos em apenas 10 minutos e entrar para o livro dos recordes.

Coutinho atualmente trabalha em Santos e em São Paulo , mas foi aos 17 anos que começou a traçar a nova carreira por acaso. O jovem saiu de Jacupiranga para tentar mudar de vida em Curitiba, no Paraná. Lá, ele conheceu um jovem que aceitou dividir um apartamento com ele. Depois de passar por vários serviços, o cabelereiro passou a trabalhar no salão de cabeleireiro do amigo. ?Eu ficava servindo café e lavando toalha?, lembra.

Mesmo entre tantos profissionais do ramo, ele nunca gostou que outras pessoas mexessem em seu cabelo. ?As pessoas não sabiam fazer o que eu queria?, reclama. Por esse motivo, Jonathan passou a cortar o próprio cabelo. Depois de acompanhar o trabalho de outros cabeleireiros, ele resolver arriscar a dar suas primeiras tesouradas. ?Todo domingo eu convidava as pessoas para cortarem o cabelo comigo para eu ir treinando?, conta Jonathan. Depois disso, ele começou a fazer um curso em uma multinacional da área de cosméticos. Entretanto, o jovem considera que boa parte de seu aprendizado foi adquirido na prática. ?Minha base foi no salão. Eu fui fazer o curso para tirar os vícios?, disse.

Para ele, o curso abriu oportunidades na nova carreira. Jonathan passou a trabalhar em uma distribuidora da empresa, onde fez o curso, em Curitiba. Ele falava dos produtos, como deveriam ser usados e toda a parte técnica da mercadoria. O jovem também passou a trabalhar em grandes salões de cabeleireiros em Curitiba e depois em São Paulo, quando passou a morar em Santos, no litoral do Estado.

A carreira do jovem cabeleireiro sempre foi marcada por sua rapidez e inovação. Por isso, em 2011, ele ousou em um concurso que reunia diversos profissionais do sul do país. Durante a 5ª edição do Paraná Hair, Jonathan cortou 20 cabelos em apenas 16 minutos e 42 segundos. Com o recorde, ele entrou para o RankBrasil com o título de maior número de cortes em menor tempo. ?Eu não tinha me prepado, nem treinado?, diz ele.

Depois ter alcançado o título, ele é considerado o profissional mais rápido do Brasil. Mas Jonathan ainda não está satisfeito. Ele quer ser o mais rápido do mundo e entrar para o Guinness Book. O desafio será cortar 20 cabelos em 10 minutos, já que recorde atual é de 11 minutos e 45 segundos.

Ele treina com as tesouras diariamente nos salões em que trabalha, um deles localizado em Santos, onde tem várias clientes fiéis. A estudante Juliana Assumpção conheceu Jonathan por meio de uma amiga que indicou o serviço do cabeleireiro. ?Meu cabelo estava manchado e eu queria ficar mais loira, mas ele achou melhor não. Confiei nele e ficou maravilhoso?, conta a estudante, que fez uma reconstrução e tratamento no cabelo. ?Você tem que entender o que é melhor. Você não tem que arrancar o dinheiro do cliente. Você tem que ser sincero com o cliente, você quer que ele volte?, afirma o profissional.

Já Fabiana Marcolino, Miss Santos 2012, cortou o cabelo com Jonathan pela primeira vez. Ela também ficou sabendo do cabeleireiro por meio de uma amiga. ?Há muito tempo que eu não corto no salão. Eu cortava o cabelo em casa?, diz. Fabiana conta que ficou com trauma porque o último profissional fez um estrago em seu cabelo. Jonathan cortou o cabelo dela a seco, uma de suas especialidades. Em pé, com o cabelo esticado, ele conseguiu repicar o cabelo de Fabiana sem tirar o comprimento. ?Eu deixo o cabelo preparado. Eu vou passando o pente e não pode embaraçar. Divido o cabelo no meio e vou cortando. Assim, eu já sei como vai ficar no natural?, explica ele.

Com as clientes ele continua treinando suas técnicas e ângulos de cortes para tentar ser o mais rápido do mundo. Além disso, Jonathan também se prepara de outra forma. ?Quando dá, a gente pega um tempo e treina mais o psicológico e a rapidez?, diz ele.

O desafio ainda não tem data para acontecer. ?Como eu tenho uma agenda para cumprir, para trabalhar em eventos e tudo mais, deve ser só depois do meio do ano?, diz ele. Jonathan, acompanhado por uma equipe, está organizando o lugar e o horário para a tentativa. Várias clientes e amigas já se candidataram para participar desse momento. O cabelo de onze meninas já está sendo preparado para que Jonathan possa bater o recorde mundial. ?Isso é um objetivo que eu tenho na vida?, finaliza o profissional.

Fonte: G1