Cadeirante cria o primeiro carro nacional para deficientes físicos

Junto com três amigos, David desenvolveu o Pratyko, o primeiro carro nacional para portadores de deficiência física.

Quando se tornou deficiente físico, aos dois anos de idade, o técnico em informática Márcio David sequer imaginava que no futuro poderia ajudar milhares de pessoas como ele. Junto com três amigos, David desenvolveu o Pratyko, o primeiro carro nacional para portadores de deficiência física. ?Tudo começou em uma reunião de colegas há oito anos, quando me perguntaram quais eram minhas dificuldades?, conta Márcio.





Segundo ele, o maior problema do deficiente que dirige é a transferência da cadeira para o carro, o que não pode ser feita apenas pelo cadeirante. Nascia então um automóvel específico para eles, a partir de um chassi de aço tubular. O Pratyko tem fácil acesso por meio de uma única porta traseira, equipada com elevador que suporta até 200 kg. Esse primeiro protótipo tem motor 250 cm3 de moto, mas Márcio promete novidades no carro de produção. ?Virá com câmbio automático CVT e motor de 600 cm3?, conta.

O grupo busca incentivos do governo para baratear o carrinho de 2,6 m de comprimento por 1,6 m de largura, que estará à venda em 2013. ?Queremos vendê-lo entre R$ 22 mil e R$ 29 mil.? Mais de 50 pessoas demonstraram interesse em adquirir o Pratyko por meio do site oficial (www.pratyko.com.br). ?É um sonho que vai virar realidade e beneficiar muita gente?, finaliza Márcio.

Fonte: Auto Esporte