4ª Caminhada "Um Minuto Pela Vida" leva multidão às ruas de Teresina; veja fotos!

4ª Caminhada "Um Minuto Pela Vida" leva multidão às ruas de Teresina; veja fotos!

Na sua quarta edição, o evento tem como objetivo vencer a luta contra as drogas e mostrar a força da juventude

Avenida Frei Serafim se transformou, na manhã de hoje (23), no palco de luta contra as drogas em Teresina, onde aconteceu a quarta edição da caminhada ?Um Minuto Pela Vida?. O evento organizado pela Fazenda da Paz, em parceira com o Sistema Meio Norte de Comunicação, reuniu pessoas de todas as idades com um único objetivo, combater o avanço das drogas na sociedade piauiense.

A advogada Ingrid Medeiros, é umas das teresinenses que hoje reuniu a família e se juntou a Fazenda da Paz para unir forças nessa luta. ?Esta caminhada é um ato de cidadania, as drogas são um problema da nossa sociedade e precisamos conscientizar as pessoas que esse é um problema de todos nós. Nós nunca achamos que vai acontecer com a gente, mas estamos sim sujeitos a vivenciar esse problema, por isso é importante prevenir?, disse.

Para a mãe de um dos internos da Fazenda, Catarina Ribeiro, a importância dessa caminhada é muito grande. Ela disse que depois que seu filho passou a frequentar a Fazenda da Paz ela ganhou sua vida de volta e seu filho se transformou em uma outra pessoa. ?Meu filho hoje é outra pessoa e o trabalho que a Fazenda faz é brilhante, é um trabalho de resgate de vidas, que só é capaz graças ao amor com que eles trabalham?, pontuou. Ela acrescentou ainda que essa ação pode ajudar ainda mais pessoas. ?Se os nossos governantes olharem com mais carinho para esse projeto e ajudarem mais, mais pessoas serão ajudadas assim como o meu filho está sendo?, disse.

Tiago Lucas Gomes Araújo, de 28 anos, está há oito meses na Fazenda da Paz e conta que perdeu 15 anos de sua vida para as drogas. Hoje, em processo de recuperação, ele diz que já sente os benefícios do tratamento principalmente na sua vida social e na relação com a família. ?Minha vida era um sofrimento. Eu era casa, trabalhava, mas perdi tudo isso para as drogas. Não dava mais atenção aos meus filhos, à minha família. Hoje é diferente. Estou saindo dessa vida e não volto mais?, afirmou.

O evento reuniu pessoas de todas as idades, sexos e classes socais, independentemente dos obstáculos, as pessoas queriam mesmo era ir para a avenida e caminhar contra as drogas. Cícero Santos conta que já havia se planejado para ir à caminhada, por achar essa uma luta válida, mas há 12 dias sofreu um acidente. No entanto isso não foi suficiente para que ele ficasse em casa nesse domingo e às 7h de hoje estava na Avenida Frei Serafim, em uma cadeira de rodas. ?Já havia dito que vinha e não foi o acidente que me fez desisti. Não podia andar, mas fui de cadeira de rodas?, afirmou.

O coordenador da Fazenda da Paz, Célio Barbosa, avalia a caminhada e a audiência pública como positiva e diz que esse é um momento de prevenir o uso das drogas. Segundo ele, o número considerável de pessoas que participou da caminhada mostra que as pessoas acreditam nessa luta. ?Esse número de pessoas do nosso lado é importante e isso mostra que a sociedade não admite mais que as drogas fiquem nas nossas vidas?, declarou.

Para o diretor de Jornalismo do Sistema Meio Norte de Comunicação, José Osmando, mais uma vez o Sistema e a Fazenda da Paz realizaram um ato vitorioso a favor da vida e contribuíram para despertar as autoridades para a importância de investir no combate às drogas. ?Nós ficamos satisfeitos e isso faz com que o Sistema cumpra com o seu papel de responsabilidade social?, afirmou.











































































































Fotos: Kelson Fontinele

Fonte: Pollyana Carvalho