Câncer no pâncreas mata o ator Patrick Swayze, aos 57 anos, nos Estados Unidos

Sua assessora de imprensa, Annet Wolf, confirmou a morte do ator de

O ator Patrick Swayze morreu nesta segunda-feira (14), aos 57 anos, após uma batalha de quase dois anos contra um câncer no pâncreas.

Sua assessora de imprensa, Annet Wolf, confirmou a morte do ator de "Dirty dancing" e "Ghost" e disse que ele estava ao lado da família.

Em uma entrevista à televisão no início do ano, o ator falou sobre sua doença, um tipo letal de câncer detectado em janeiro de 2008. Ele continuou trabalhando enquanto se submetia a tratamento. Na época, Swayze se preparava para começar a rodar episódios do seriado "The beast", em que faz um veterano agente do FBI.

Papéis memoráveis

Swayze se tornou conhecido em 1987 quando estrelou o musical "Dirty dancing" no cinema, no papel do instrutor de dança Johnny Castle.

Em 1990, o ator se consagrou como protagonista de "Ghost - Do outro lado da vida". No filme, em que contracenava com Demi Moore, ele interpretava um homem asssassinado que tentava se comunicar com sua noiva através de uma médium (Whoopi Goldberg). Um ano depois, ele foi eleito o homem mais sexy do mundo segundo a revista "People".

Os dois filmes rendeream a Swayze indicações ao Globo de Ouro.

Nascido no Texas, filho de uma dançarina, o ator já trabalhou no cinema, televisão e teatro.

O ator disse que num primeiro momento pensou estar sofrendo de indigestão crônica. Quando os sintomas pioraram, ele procurou seu médico. Foi feita uma biópsia, e o diagnóstico foi câncer.

?A quimioterapia é um inferno na terra, não importa como você a represente", disse o ator na época, em entrevista ao jornal ?The New York Times?. "Como você faz para promover uma atitude positiva quando todas as estatísticas dizem que já é um homem morto? Você vai trabalhar".

Pneumonia

Em janeiro de 2009,Swayze foi internado em Los Angeles com uma pneumonia.

Em outra entrevista, ele falou sobre suas expectativas de vida pouco antes da internação. "Eu diria que cinco anos seriam algo bem desejável. Dois anos parecem prováveis se você acredita nas estatísticas. Eu quero durar até que se descubra uma cura.?

Animado após a liberação, o ator conversou com a "People". ?Estou vivo e planejo continuar assim. Estou quase bom?.

Um assessor de Swayze chegou a dizer que o ator e sua mulher, Lisa Niemi, estavam trabalhando em um livro de memórias.

Fonte: g1, www.g1.com.br