Cânion do Rio Poti exibe natureza exuberante em união de rochas e água, deslumbrando visitantes

Cânion do Rio Poti exibe natureza exuberante em união de rochas e água, deslumbrando visitantes

A passagem das águas abre fendas e o resultado escultural surpreende

Há mais de 400 milhões de anos uma fenda se abriu nas terras do Sudeste do Piauí. E ao contrário das águas se afastarem para dar passagem, mais água se juntou. Nascia o cânion do rio Poti. Descendo do Ceará ao Piauí, as águas do Poti correm pela pedra dura. Mas, assim como na lenda, por mais que seja a dura rocha, tanto bate até que fura.

O resultado é uma galeria de esculturas. A passagem das águas abre fendas e o resultado escultural surpreende. A rocha de emoções duras e petrificadas revela sua natureza com o povo desta terra sintonizada. No cânion do médio rio Poti, abaixo da Cachoeira da Lembrada, unindo o passado ao porvir, a natureza exibe o mapa do Piauí.


Cânion do Rio Poti exibe natureza exuberante em união de rochas e água, deslumbrando visitantes

Fonte: Jornal Meio Norte