Cão herói do 11 de setembro ganha cinco clones nos EUA

Symington levou o pastor alemão a Nova York para auxiliar nas buscas

Cientistas da Califórnia, nos Estados Unidos, afirmam ter clonado um cão que virou herói ao encontrar um sobrevivente após os ataques terroristas contra as torres gêmeas do World Trade Center em 11 de setembro de 2001. O pastor alemão Trakr morreu em abril, aos 16 anos, mas deixou a linhagem genética em cinco filhotes. As informações são da agência AP.

Antes da morte do animal, o proprietário James Symington venceu um concurso da empresa californiana BioArts International que oferecia como prêmio a clonagem gratuita de um cão de estimação.

Em 2001, assim que soube do atentado, Symington levou o pastor alemão a Nova York para auxiliar nas buscas. Trakr foi o responsável por localizar o último dos sobreviventes, que estava 30 m abaixo dos destroços dos prédios. Pelo menos 2750 pessoas morreram no local, incluindo 242 bombeiros. Cerca de 300 cães foram utilizados no resgate.

Fonte: Terra, www.terra.com.br