Após velório quase vazio, Joãosinho Trinta será enterrado hoje

Após velório quase vazio, Joãosinho Trinta será enterrado hoje

Ele morreu no último sábado (17), aos 78 anos, após ficar internado por 14 dias na UTI.

O corpo do carnavalesco Joãosinho Trinta deve ser enterrado na manhã desta segunda-feira no cemitério do Gavião, em São Luís (MA). Ele morreu no último sábado (17), aos 78 anos, após ficar internado por 14 dias na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do UDI Hospital, na capital maranhense.

Segundo boletim divulgado pelo hospital, a causa da morte foi choque séptico (infecção generalizada), causado por uma série de problemas, como pneumonia e infecção urinária.

O carnavalesco já havia ficado hospitalizado em São Luís em maio e junho. Ele passou a se locomover em cadeira de rodas em 2005, após o segundo acidente vascular cerebral --o primeiro foi em 1997.

Amigos e representantes de escolas de samba lamentaram a morte de Joãosinho Trinta e destacaram sua importância na história do Carnaval brasileiro.

"João sempre foi uma referência, representou uma mudança de conceito no que se refere a Carnaval. Mudou desfile, mudou alegoria, fantasia, mudou tudo. O que o João pregava nos anos 70 e os outros atiravam pedras, hoje em dia as pessoas valorizam e acham bonito", afirmou o carnavalesco da Unidos da Tijuca, Paulo Barros.

A presidente Dilma Roussef também lamentou morte do carnavalesco maranhense.

"O Carnaval do Brasil fica mais triste sem a alegria e o talento de Joãosinho Trinta. Artista plástico, por mais de quarenta anos encantou a todos com a criatividade de suas produções, a inteligência de seus enredos e a ousadia de seus desfiles de escolas de samba no Rio de Janeiro. É uma grande perda. Joãosinho Trinta fez do Carnaval brasileiro uma das mais belas festas do mundo", disse Dilma.

Fonte: Folha.com