Veículo de sequestradores capota com vítima idosa no porta-malas

Casal foi rendido na própria residência e torturado por criminosos. Violência aconteceu na noite desta terça-feira (19), em Marechal Floriano.

Um casal de lavradores foi rendido, torturado e sequestrado por três assaltantes, na noite desta terça-feira (19), na zona rural de Marechal Floriano, na região Serrana do Espírito Santo. A polícia foi acionada e houve perseguição. Na fuga, os criminosos capotaram o carro com a senhora de 57 anos no porta-malas. Na delegacia, os policias descobriram que um dos assaltantes é sobrinho do casal.


Carro de sequestradores capota com vítima idosa no porta-malas

As vítimas foram rendidas dentro de casa, na localidade de Bom Jesus. A lavradora Enita Wenersbach Hertel e o marido de 63 anos estavam dentro de casa quando os bandidos chegaram e chamaram pelo casal. "Eu sai para ir à cozinha e ele foi atender um carro no portão e já voltou assustado, acho que já sabia que era um assalto. Um dos bandidos pediu para ir ao banheiro e me agarrou pelo pescoço, me jogou no chão e me amarrou. Depois, depois foi para cima do meu marido já com a arma dele", relata a vítima.

Os assaltantes chegaram no local procurando pelo cofre da família e exigindo dinheiro. "Eles queriam dinheiro, eu falei para pegarem no guarda-roupas e disse onde a chave estava. Falei para pegarem tudo, talão de cheque, dinheiro, mas que nos deixassem vivos", conta Enita.

Até os netos das vítimas, de um ano e oito meses e outro de sete anos, foram ameaçados de sequestro. "Ele disse que se meu esposo não abrisse o cofre eles iriam levar meus netos. Chegaram a ir até a casa da minha nora e chamar no portão, ams graças a Deus ninguém atendeu", diz a mulher.

O criminosos roubaram o carro do casal e levaram marido e mulher como reféns. "Colocaram o meu esposo no nosso carro e me passaram para o porta-malas do carro deles". Um vizinho do casal estranhou a movimentação e ligou para a polícia. A a perseguição envolveu mais de 30 policiais, entre militares e rodoviários federais. A ação durou cerca de meia hora e terminou no Trevo de Guarapari, já na região metropolitana.


Carro de sequestradores capota com vítima idosa no porta-malas

Cerco

Para impedir a fuga dos assaltantes, a polícia fez um cerco no meio da rodovia. A Polícia Rodoviária Federal montou uma espécie de funil para forcar os bandidos a diminuírem a velocidade e parar o carro. "Como estavam em alta velocidade, não conseguiram parar e bateram na lateral do carro da PRF, depois colidiram com os divisores de pista, perderam o controle do veículo e acabaram capotando com o carro", informou o cabo Cordeiro, da Polícia Militar.

Na batida, um policial rodoviário federal acabou sofrendo algumas escoriações. Os bandidos que seguiam logo atrás, em outro carro, tentaram fugir, mas foram pegos pela polícia.

Choque

O trio foi preso e levado para o Departamento de Polícia Judiciária (DPJ) de Guarapari. No local, descobriram que um sobrinho da vítima era o responsável pela articulação e execução do crime. "Foi um choque muito grande, eu jamais pensaria que ele fosse capaz de uma coisa dessas", desabafou Enita.

A polícia apreendeu o revolver calibre 38 usado no crime e recuperou o dinheiro roubado da família, mais de R$ 1, 7 mil.

Fonte: G1