Casa Meio Norte  se destaca e participa de um evento internacional em Foz do Iguaçu-PR

Casa Meio Norte se destaca e participa de um evento internacional em Foz do Iguaçu-PR

A Fundação , Paulo Guimarães , proveu condições para educadores estarem presentes ao evento educacional

A escola modelo de Teresina ganha destaque internacional devido ao seu padrão de educação e ensino. A Escola Municipal Casa Meio Norte foi convidada pelo Ministério da Educação para participar do Congresso Internacional de Comunicadores, que acontece em Foz do Iguaçu-PR entre os dias 27 e 30 de abril.

O evento reúne educadores e comunicadores de 35 países e traz como tema ?A comunicação como Instrumento da Educação. Na oportunidade, as diretoras Ruthnéia Vieira e Osana Santos vão mostrar como a escola, localizada em um bairro carente de Teresina, conseguiu superar as adversidades socioeconômicas e alcançou índices impressionantes de alfabetização e eliminou os problemas de evasão escolar. ?Nós vamos ministrar uma palestra, onde estarão presentes jornalistas, educadores e diretores de cinema?, explica Ruthnéia.

Nesta semana, uma equipe do Ministério da Educação esteve em Teresina para gravar um documentário que será exibido na abertura do evento. O vídeo de cinco minutos vai mostrar a rotina dos alunos e professores da Casa Meio Norte, além de entrevistas com os pais de alunos. O roteiro vai destacar as estratégias pedagógicas e como a escola conseguiu aproximar, através de projetos, os pais ao ambiente escolar.

Além da escola, o documentário vai mostrar imagens de alguns pontos turísticos de Teresina, como o mais novo cartão postal da cidade, a ponte Estaiada. ?A Casa Meio Norte vai ser mostrada como uma escola localizada no bairro Cidade Leste, que fica localizado em Teresina, que por sua vez faz parte da América Latina. É um bairro pobre que está mudando através da educação

Ruthinéia Vieira destacou ainda o incentivo do Sistema Meio Norte de Comunicação, que sempre divulga as ações da escola. ?O destaque dado à Casa Meio Norte neste meio de comunicação tem servido de incentivo às demais escolas localizadas em bairros carentes da nossa cidade, uma vez que mostra que é possível vencer a pobreza?, finaliza.

Fonte: Carolina Durães, Jornal Meio Norte