Casal é preso acusado de matar mulher com óleo quente

Segundo investigadores, o casal confessou o crime

O casal Natalia Barbosa Duarte, 27 anos e o marido Reginaldo Andrade dos Santos, 56 anos, foram presos na noite desta terça-feira (30), em São João de Meriti, Rio de Janeiro, acusado de assassinar Rita de Cássia de Oliveira Clemente.

Segundo agentes da Delegacia de Atendimento Especial à Mulher (Deam), o crime aconteceu em 19 de fevereiro deste ano quando o casal jogou uma penela de óleo quente e água na vítima, que chegou a ficar internada por dois meses antes de vir a óbito.

Os policiais contaram que a vítima era casada com o irmão de Reginaldo e uma dia antes de ser queimada viva discutiu com Natalia e o cunhado, havendo inclusive, um registro de lesão corporal feito por Natalia. Eles moravam no mesmo terreno.

Segundo investigadores, casal confessou o crime
Segundo investigadores, casal confessou o crime

No depoimento, o marido da vítima diz que às 2h da madrugada do dia 19, Natalia e o marido invadem o local, desligam disjuntor e queimam o corpo da Rita. Ele ainda conta que os acusados, que tiveram os mandados de prisão preventiva por homicídio qualificado cumpridos nesta terça-feira, estavam com o corpo coberto de óleo.

Segundo investigadores, os dois acusados confessam o crime. Caso condenados, Natalia e Reginaldo, que são pais de dois filhos, podem ficar 30 anos na cadeia.

Fonte: ig