Casal tortura criança de 3 anos até a morte e comemora fazendo sexo

Eles teriam submetido uma criança a semanas de chicotadas, espancamento com uma frigideira e haste de metal, além de pancadas na cabeça com haste de cortina.

Um casal pode receber pena de morte por conta de um crime brutal. Eles torturaram e assassinaram uma criança e comemoraram com pizza e relação íntima.


Jillian Tait e o namorado Gary Fellenbaum foram presos em novembro por conta do assassinato. Eles teriam submetido uma criança a semanas de chicotadas, espancamento com uma frigideira e haste de metal, além de pancadas na cabeça com haste de cortina.

O menino veio a óbito após três dias de torturas intensas.

Os promotores devem pedir pena de morte à dupla durante o julgamento que se iniciou esta semana. A vítima tinha apenas três anos de idade, e era filho da mulher.

Segundo a polícia, Gary alegava que queria disciplinar o menino, e o jogou contra a parede, o socou diversas vezes e o colocou em uma cadeira para que sofresse nova série de espancamentos.

A ex-esposa do acusado, Amber Fellenbaum, também foi acusada de abuso infantil. Ela supostamente sabia do ocorrido e não prestou ajuda à criança.

Fonte: Gadoo