Casas fechadas com lixo serão abertas e donos multados em R$ 2 mil

Operação Faxina nos Bairros, realizada pela Prefeitura de Teresina


Firmino Filho visita bairros durante a operação
Firmino Filho visita bairros durante a operação

Durante a Operação Faxina nos Bairros, realizada pela Prefeitura de Teresina, o prefeito Firmino Filho (PSDB), encontrou, no conjunto Saci, na zona Sul de Teresina, residências fechadas há mais de um anona Quadra 28, com pneus velhos, lixo acumulado e focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e Zika, que causamicrocefalia nos bebês. Firmino Filho determinou que os agentes de endemia da Fundação Municipal de Saúde (FMS) e funcionários da Prefeitura de Teresina irão notificar os proprietários, abrir as casas à revelia dos donos e multá-los com valores variando de R$ 500,00 a R$ 2 mil.

“As casas estão fechadas há mais de um ano com pneus velhos e criadouros de mosquito Aedes aegypti. Não podem ficar assim, Vamos abrir essas casas e multar seus proprietários. Nós temos muitos imóveis desocupados na capital de Teresina e é importante que seus proprietários possam cuidar. Caso isso não aconteça, a Prefeitura já tem autorização para abrir e fazer a limpeza. A limpeza é de responsabilidade do proprietário. Se não fizerem isso, a Prefeitura vai ter que adotar esse processo”, afirmou Firmino Filho. 

O presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Francisco de Pádua, afirmou que os agentes de endemia e funcionários da Prefeitura de Teresina farão o ingresso forçado nas casas fechadas.“Vamos trabalhar com pessoas que tenham conhecimento em abertura de fechaduras. Nós vamos fazer a eliminação de todos os criatórios elevar todo o material que possa servir como possível criatório e depois multar os proprietários com valores que vão de R$ 500,00 a R$ 1mil”, declarou Francisco de Pádua.

O prefeito Firmino Filho visitou na manhã de sábado, acompanhado de agentes de endemia da FMS, no conjunto Dirceu, na zona Sudeste, e no conjunto Saci, conversando com os moradores para que adotem providências de limpeza para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti.“Nós temos essa ação nos sábados com a sincronização das equipes dos agentes de endemia e as equipes de capina e varrição. Eles trabalham durante a semana toda e no sábado nós fazemos a Faxina nos Bairros,quando se convida os resíduos nas portas para que a Prefeitura faça acoleta. Nós estamos fazendo isso em todas as regiões. O critério da faxina é que seja feito nos mais mais infestados pelos mosquitos”,declarou Firmino Filho.

Falou na ontem foi o terceiro sábado de faxina

Segundo Firmino Filho, no sábado a Operação Faxina Nos Bairros continuou como ação estratégica do Plano Emergencial e Intersetorial de combate ao mosquito Aedes aegypti e as ocorrências relacionadas ao vetor nos bairros os bairros Alto Alegre (zona Norte), Saci (zonaSul), Bairro de Fátima (zona Leste) e Dirceu II (zona Sudeste) recebem as equipes de limpeza da Prefeitura.Ele declarou que a população precisa colocar na calçada todo material inservível que possa acumular água e virar um possível criadouro de mosquito e dar continuidade para que a população aproveite a folga de sábado para olhar os corredores, o teto, o quintal para evitar manifestação do mosquito Aedes aegypti segue a roda da temporada daschuvas.

“As medidas de combate ao Aedes aegypti devem ser reforçadas nas férias e no ínicio de ano, período muitas vezes marcado por chuvas. Para reforçar a importância de eliminar os focos do mosquito, o Ministério da Saúde recomenda aos viajantes que, antes de saírem de suas casas, façam uma vistoria para eliminar os recipientes que possam acumular água parada e servir como criadouro do mosquito, falou Firmino Filho”, afirmou Firmino Filho.

A Operação Faxina Nos Bairros já teve três edições, dias 19 e 26 dedezembro do ano passado e 2 de janeiro, e recolheu um total de 528 toneladas de lixo dos bairros Parque Brasil, Marquês, Santa Cruz,Lourival Parente, Morros, Cidade Jardim, Parque Ideal e Dirceu I. Nodia 9 de janeiro já está agendada a “faxina” nos bairros Parque Alvorada (zona Norte), São Pedro (zona Sul), Noivos (zona Leste) e Extrema (zona Sudeste). A melhor forma de se evitar a proliferação do Aedes aegypti, mosquito causador da dengue, zika e chikungunya, é combater os focos de acúmulo de água, locais propícios para a criação do mosquito transmissor das doenças.

Para isso, é importante não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos,vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água,tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros.Francisco Pádua declarou que na primeira Operação Faxina nos bairros foram coletadas 152 toneladas de lixo e entulho e na segunda operação foram coletadas 345 toneladas de lixo.“A população de Teresina tem aderido ao chamamento do prefeito, feitoa coleta e acondicionamento do lixo”, afirmou Pádua.

Fonte: Jornal Meio Norte - Efrém Ribeiro