Cemitérios ficam lotados durante o feriado na capital

Um dos maiores cemitérios da zona Sul de Teresina

O feriado do Dia de Finados ocorreu com cemitérios lotados em todas as regiões de Teresina, confirmando a força da tradição desta data na capital. Um dos maiores cemitérios da zona Sul de Teresina, o Santa Cruz, situado no Bairro Santa Fé, recebeu um grande volume de visitantes, que aproveitaram para fazer limpezas e manutenção nos túmulos dos parentes durante as visitas. No local, a venda de velas, flores, água e lanches também foi aquecida. A movimentação demonstra que a tradição segue firme na capital.

Luís Antônio Lima aproveitou o dia para visitar o túmulo de um primo que faleceu recentemente e cuidou para que a sepultura fosse pintada e limpa. ?Para mim, esse é um cuidado natural com quem a gente ama e é uma forma natural de transmitir o nosso carinho para a pessoa, ainda mais que a morte é recente?, disse.


Cemitérios ficam lotados durante o feriado na capital

No entanto, além da saudade das pessoas falecidas, o sentimento das pessoas que circulam pelo cemitério é o medo da violência. Luís Antônio Lima procurou ir mais cedo ao cemitério para evitar a exposição a situações de maior risco, que segundo ele, são frequentes no Santa Cruz. ?Este cemitério é muito perigoso, aqui ocorrem muitos assaltos e no anterior eu presenciei uma troca de tiros dentro do cemitério?.

De acordo com o soldado Alencar da PM, as ocorrências mais comuns são os pequenos furtos e pessoas que ameaçam parentes de desafetos assassinados, mas que neste sábado as visitações em todos os cemitérios aconteceram sem maiores problemas. ?A Polícia Militar organizou um plano de policiamento específico para o Dia de Finados com a disposição de duas viaturas fixas em cada cemitério da capital, além disso nós orientamos às pessoas sobre alguns cuidados básicos para evitar furtos e assaltos nos momentos de maior movimentação?, respondeu o soldado.

No cemitério Areias, também na zona Sul de Teresina, a movimentação seguiu tranquila, mesmo com visitações intensas. O policiamento também pôde ser visto no local, além do comércio intenso de velas, flores.

Fonte: Samira Ramalho