Centro Cultural da OAB-PI será referência no Estado

Centro foi inaugurado na última quinta-feira


Image title

Inaugurado em noite festiva nesta quinta-feira (17), o Centro Cultural da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, trará uma série de benefícios para a advocacia e sociedade piauienses. A partir de agora, a classe contará com o Núcleo de Apoio à Jovem Advocacia, que possui dez escritórios-modelo, e o Núcleo de Mediação e Arbitragem, permitindo a prática de métodos alternativos para a resolução de conflitos, previstas no novo Código de Processo Civil.

Presente à solenidade, o presidente nacional da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, frisou que o espaço será, na verdade, o Centro da Jovem Advocacia, com sala de estudo, de capacitação e integração com a Escola Superior de Advocacia do Piauí (ESA-Piauí), que já entregou cerca de 15 mil certificados na atual gestão. Furtado destacou as obras entregues nos últimos anos, como o auditório da Seccional, o Hotel de Trânsito e as novas instalações da Caixa de Assistência dos Advogados do Piauí. “Essas obras são apenas a exteriorização do trabalho desta gestão realizadora que faz o presidente Willian Guimarães”, comentou.

Para o diretor geral da ESA-Piauí, Eduardo Diniz, o Centro Cultural é um presente para a advocacia piauiense. “Certamente, a noite de hoje ficará marcada na história da nossa Escola, da advocacia piauiense e da educação jurídica do nosso Estado. Uma estrutura que coroa o trabalho desenvolvido nos últimos três anos. A partir de agora, vamos desenvolver mais atividades, como os cursos de pós-graduação, de iniciação à advocacia e os mestrados. Iremos fazer muito mais, contando com a colaboração de todos”.

“É com muita honra que recebemos os nossos convidados nesta noite de orgulho, quando entregamos à advocacia, comunidade jurídica e sociedade piauiense este prédio, onde poderemos prestar relevantes serviços a toda a população”, disse o presidente da OAB-PI, Willian Guimarães.

“Aqui instalaremos o Núcleo de Apoio à Jovem Advocacia, constituído de 10 modernos escritórios, que servirão àqueles que ainda não conseguiram se estabelecer profissionalmente. Ampliaremos a disputada Sala de Estudos da entidade, que atende advogados e advogadas durante os sete dias da semana, das 08h às 00h. Dotaremos a Escola Superior de Advocacia de melhores instalações, podendo, assim, prestar melhores serviços aos advogados, estagiários, integrantes de outras carreiras jurídicas e estudantes de direito. Por fim, implantaremos a Câmara de Mediação e Arbitragem da OAB-PI, que além de contribuir para a resolução das demandas da população, tem a função de introduzir a cultura de adoção de métodos extrajudiciais de resolução de conflitos”, completou Guimarães.

Em seguida, Willian Guimarães convidou o presidente da Comissão de Mediação, Conciliação e Arbitragem da OAB-PI para proceder com a entrega dos certificados para os 16 concludentes da primeira turma do Curso de Mediação da ESA-Piauí. Segundo Guimarães, esses profissionais, após a capacitação, possibilitarão que, ainda no mês de outubro, seja dado início, efetivamente, às atividades do Núcleo de Mediação e Arbitragem do Centro Cultural.

Presenças

Claudio Pacheco Pratas Lamachia e Antônio Oneildo Ferreira, vice-presidente e diretor tesoureiro da OAB Nacional, respectivamente; Eduarda Mourão, vice-presidente da OAB-PI; Geórgia Nunes, diretora financeira; Sebastião Rodrigues, secretário geral; Antomar Gonçalves Filho, secretário geral adjunto; Ednan Coutinho, presidente da CAAPI; conselheiro federal da OAB Norberto Campelo; Margarete Coelho, vice-governadora do Estado; Daniel Oliveira, secretário de Justiça do Estado; Ildete Evangelista Nunes, defensora Pública Geral; Fernanda Marinela e presidente da Comissão Nacional da Mulher Advogada.

Fonte: Jornal Meio Norte