Centro de Zoonoses recebe residência para médicos veterinários

A residência é um curso de pós-graduação.

O Centro de Zoonoses da Fundação Municipal de Saúde (FMS) iniciou este mês a receber o curso de residência na área de zoonoses e saúde pública, realizado em parceria com a Universidade Federal no Piauí (UFPI).

A residência é um curso de pós-graduação para treinamento em serviço, no caso voltado para profissionais formados na área de Medicina Veterinária. “A parceria garante inicialmente a abertura de uma vaga para este ano e mais outra vaga para 2017”, informa Oriana Bezerra, gerente de Zoonoses da FMS. O profissional selecionado para a vaga de 2016 começou a atuar no mês de março e completará o curso em um período de dois anos.

O conteúdo programático da residência é voltado ao controle de vetores, exames para identificação e classificação de ovos, larvas, pupas e alados de vetores de interesse em saúde pública, exames laboratoriais para diagnóstico de raiva e leishmaniose, programas de correição, defesa agropecuária, promoção em saúde, políticas de saúde pública, a atuação do médico veterinário na Zoonoses, Vigilância Sanitária e Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), entre outros assuntos.

Zoonoses

O Centro de Zoonoses da FMS desenvolve atividades inerentes às doenças transmitidas por animais, como os Programas de controle da raiva, leishmaniose visceral (calazar), dengue, zika, chikungunya, animais sinantrópicos, roedores, animais peçonhentos, educação em saúde e outras. O local disponibiliza para a comunidade vacina contra a raiva animal, exame para o diagnóstico do calazar e recolhimento de animais doentes das vias públicas.

A Gerência funciona de segunda à sexta, no turno da manhã de 7h30 às 11h30, e à tarde das 13h30 às 17h30, com horários específicos para os seguintes serviços: coleta de sangue e recolhimento de animais (domingo à domingo, incluindo feriados, das 8h às 17h). Já o atendimento clínico acontece de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h, e sábados, domingos e feriados das 8h às 11h.

Fonte: Com informações da Assessoria