"Chuva que caiu no domingo em Picos é a maior dos últimos 4 anos", diz chefe de Meteorologia

Em 2014, um índice pluviométrico foi de 360 milímetros.

O inverno esperado para 2015 no semiárido piauiense indicava  um baixo índice de chuvas, segundo apontavam as previsões meteorólogicas. No entanto, as chuvas que tem caído na região já superam a expectativa e a paisagem tem se modificado. Neste final de semana no município de Picos, as chuvas que caíram sobre a cidade ultrapassaram os 90 milímetros, um percentual recorde.

Só na madrugada desta segunda-feira, 23, choveu a quantidade de 69 milímetros, considerada a maior chuva dos últimos quatro anos. O reflexo foram diversos pontos da cidade alagados, inclusive ameaçando a água invadir as residências. Para o chefe de Meteorologia de Picos, Eugênio Lopes, a previsão é de chuvas mais intensas para os próximos dias.

” A expectativa para este ano seria de um inverno irregular.como assim foi nos primeiros meses do ano. No entanto, para março já se esperava por melhores frequência e intensidade das chuvas, onde já se atingiu 134 milímetros. Até abril continua a estabilidade, o tempo está favorável, deve chover. É evidente que uma chuva dessa intensidade não vai mais ocorrer este ano, é muito difícil, mas deve continuar chovendo”, finaliza. “, disse Eugênio Lopes.

Eugênio Lopes ainda acrescentou que o  volume de chuva de chuva estimado entre 250 milímetros e 350 milímetros, está praticamente sendo superado, pois até o momento já se totalizou 301 milímetros. Em 2014, um índice pluviométrico foi de 360 milímetros.

Índice pluviométrico

Janeiro= 78 milímetros

Fevereiro= 89 milímetros

Março= 134 milímetros

As chuvas a exemplo desta que caíram no final de semana são importante para o suprimento de água nos reservatórios, onde muitos destes acabaram escoando, para firmar o plantio agrícola e aflorar pastagens para os animais.


Fonte: Riachaonet