Chuvas matam 4 em Santa Catarina , prefeito declara calamidade.

Prefeito diz que cidade se organiza para ajudar desalojados

 A Prefeitura de Guaraciaba (SC), que registrou quatro mortes em razão do forte temporal que atingiu a cidade, decretou estado de calamidade pública na manhã desta terça-feira (8), informou o prefeito Ademir Zimmermann em entrevista à Globo News. A cidade tem 10.604 habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na madrugada desta terça, quatro pessoas morreram segundo a Defesa Civil estadual. Outras três pessoas que ficaram feridas durante o temporal estão internadas. A assessoria de imprensa da Prefeitura de Guaraciaba confirma os quatro mortos e ainda 80 feridos.

O número de desabrigados é "muito grande", segundo a assessora Ivanete de Oliveira. Segundo o prefeito, um tornado atingiu a cidade na noite de segunda-feira (7) e durou mais de uma hora. "Esse período é longo para quem passa por necessidade grande ou vê sua casa arrastada pelo vento", disse o prefeito.

Zimmermann disse ainda que a situação na cidade é complicada e que há muitas casas e prédios públicos destelhados. "De fato, é muito triste e lamentável a situação por aqui." O prefeito afirmou que 10 equipes estão fazendo levantamento para identificar quantos estão desabrigados e quais as necessidades das pessoas para que se possa levantar doações de roupas e alimentos.

Ele informou que os desalojados devem ser encaminhados para um museu da cidade, que está em boas condições. A assessora de imprensa da prefeitura diz que os desabrigados também estão sendo atendidos no ginásio de esportes de Guaraciaba. "A gente percebe que há muita solidariedade. Pessoas com casas que ainda tem telhados estão ajudando as outras", disse Zimmermann.

O prefeito disse que na segunda, quando o temporal atingiu a cidade, os telefones não estavam funcionando. A chuva forte causa estragos no Sul do país. Em Santa Catarina, quatro pessoas morreram na madrugada desta terça-feira (8), em Guaraciaba. Segundo a Defesa Civil estadual, outras três pessoas que ficaram feridas durante o temporal estão internadas.

Fonte: g1, www.g1.com.br