Sucuri de 5,4 metros que espantou banhistas é devolvida à natureza

Sucuri de 5,4 metros que espantou banhistas é devolvida à natureza

Sucuri foi "resgatada" no sábado (18) em cachoeira de Barra do Garças.

Bombeiros e voluntários de uma associação de proteção a animais silvestres liberaram na natureza durante a manhã desta segunda-feira (20) a sucuri que espantou banhistas de uma cachoeira do Parque Estadual da Serra Azul, em Barra do Garças (a 516 km de Cuiabá), no último sábado. O animal impressionou pelo comprimento, estimado primeiramente em seis metros e depois precisamente medido em 5,4 metros, e foi solto a cerca de 10 quilômetros do local onde foi encontrado, em área de difícil acesso para os frequentadores do parque.

Desde a tarde de sábado a sucuri ficou alojada num abrigo da Associação Amigos dos Animais, em Barra do Garças, onde recebeu alimentação, cuidados e onde também foi avaliada por uma veterinária. O animal estava completamente sadio, segundo constatou a profissional, informou o diretor do Parque Estadual, Pedro Fernando Santiago.

A sucuri foi deixada nesta segunda-feira no córrego Boritirana, afluente do córrego Fundo que atravessa a área do Parque Estadual. Neste ponto, a mata está mais preservada que no restante da unidade de conservação porque não há acesso para visitantes. ?As pessoas têm que compreender que o animal não foi retirado do Parque, ele foi removido de uma área pública para outra que não é?, esclareceu Santiago.

A sucuri foi encontrada numa fenda entre as pedras de uma cachoeira de alta visitação no Parque Estadual da Serra Azul. No momento em que foi avistada, 16 banhistas encontravam-se no local e chamaram o Corpo de Bombeiros para retirar o animal.

A Associação Amigos dos Animais também foi acionada e, entre bombeiros e voluntários, dez homens se mobilizaram para retirar a serpente da área.

Fonte: G1