Codevasf estrutura famílias do semiárido cearense para a produção de mel

O apicultor José Marques, presidente da Associação Comunitária Lagoa das Pedras, já produz mel há cerca de 10 anos e conta que está satisfeito com a ação.

Famílias do município cearense de Crateús, a 354 quilômetros da capital Fortaleza, foram beneficiadas, pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), com kits contendo colmeias, indumentárias e apetrechos voltados ao fortalecimento da apicultura na região. A ação integra o eixo de inclusão produtiva do Plano Brasil Sem Miséria e é desenvolvida em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Regional do Ministério da Integração Nacional (SDR/MI).

Ao todo, foram 37 famílias atendidas, sendo que cada uma recebeu 10 colmeias e 10 quilos de cera, em média, além de macacão, botas, luvas, um formão, um fumigador, um garfo desoperculador, um alimentador e uma máscara, representando um investimento de R$ 71 mil.

O apicultor José Marques, presidente da Associação Comunitária Lagoa das Pedras, já produz mel há cerca de 10 anos e conta que está satisfeito com a ação. “Esses kits incentivam quem vai iniciar na atividade e vão incrementar o trabalho de quem já está atuando. As nossas expectativas estão melhorando, o pessoal está animado”, relata.

Para o presidente da Federação Cearense de Apicultura (Fecap), José Xavier, a região de Crateús, mesmo com a escassez de chuvas, tem grande potencial para a atividade apícola. “Eu já acompanho a apicultura no Nordeste há mais de 30 anos e considero essa ação da Codevasf de fundamental importância para o semiárido. Participei da entrega dos kits em Crateús e avalio isso pelo grau de satisfação dos beneficiários. No Ceará, essa é uma atividade que tem dado mais rentabilidade para os produtores”, ressalta.

Nos próximos meses, outros municípios cearenses serão beneficiados com a entrega de kits apícolas pela Codevasf. São eles: Novo Oriente, Tamboril, Independência, Ararendá, Poranga, Nova Russas, Ipaporanga, Ipueiras e Carnaubal. A meta é fornecer 1.660 colmeias e equipamentos, atendendo, de forma coletiva, a dez associações de apicultores. “Essa ação consolida a atuação da Codevasf nos municípios cearenses dentro das metas do Plano Brasil Sem Miséria”, enfatiza o superintendente regional da Codevasf no Piauí, Inaldo Guerra.

O Plano Brasil Sem Miséria – eixo inclusão produtiva vem atendendo, com ações de fortalecimento da apicultura, um total de 47 municípios da área de atuação da 7ª Superintendência Regional da Codevasf, sendo 37 no Piauí e 10 no Ceará. Ao todo, serão beneficiadas 81 comunidades, com um total de 583 famílias. O investimento nessa ação é da ordem de R$ 2,5 milhões.

Fonte: Assessoria