Colaboradores do Grupo MN ganham orientação jurídica para eleições

O Grupo Meio Norte sai na frente e começa a se preparar.

O jornalismo divulgado através dos meios de comunicação, seja na televisão, rádio, jornal ou portal, é responsável por pautar as discussões políticas em todos os âmbitos da sociedade. Por isso, devido a proximidade do período em que acontece o primeiro turno das eleições municipais de 2016, que elegerão prefeitos e vereadores, no dia 2 de outubro, o Grupo Meio Norte sai na frente e começa a se preparar para realizar uma cobertura isenta e totalmente imparcial durante todo o pleito.

O advogado especialista em Direito Eleitoral e Processo Eleitoral Dr. Rafael de Melo Rodrigues, se reuniu na manhã de sexta-feira (15), com os colaboradores do grupo, entre diretores, coordenadores, apresentadores e repórteres para que pudesse orientar como devem ser conduzidas as abordagens jornalísticas com os candidatos à eleição.

“Com a reforma eleitoral de 2015, a Justiça Eleitoral evoluiu bastante na fiscalização e controle, sobretudo no que se refere a propaganda e cobertura jornalística no período das eleições. Essa é uma preocupação do Grupo Meio Norte, em trabalhar conforme tange a lei, de forma a atingir de forma clara a quem realmente interessa, que é a população”, ressaltou Rafael Almeida.

O diretor de jornalismo do Grupo Meio Norte, José Osmando de Araújo, ressalta que a prática já é comum dentro da redação  e cada ano, o encontro é realizado para relembrar e atualizar toda a equipe sobre o que rege a Lei Eleitoral.

“Nós começamos a nos preparar para ter uma prática jornalística em nossos veículos de comunicação rigorosamente dentro da Legislação Eleitoral. Nós queremos que todos nossos atores que levam a notícia até o público recebam o maior número de informação para que essa eleição seja pautada dentro da isonomia”, declarou.

De acordo com Wrias Moura, diretor de programação da Rede Meio Norte, já faz parte do calendário da emissora realizar debates eleitorais dentro do que é estabelecido por lei. Ele revela ainda que o assunto é tratado com muita responsabilidade e profissionalismo. “Em todos os debates realizamos encontros para planejar todo roteiro dentro das normas jurídicas e no dia em que são realizados os debates, temos um corpo jurídico presente para ser consultado sempre que necessário”, frisa.

 (Crédito: Reprodução)
(Crédito: Reprodução)


Fonte: Waldelúcio Barbosa