Com 22 inscritos, Kleber Eulálio rechaça favoritismo para cargo no TCE

Apesar da tendência e a reflexão em torno do histórico de escolhas do Poder, Eulálio negou em entrevista ao Jornal Meio Norte que seja o favorito, enaltecendo o respeito aos demais pleiteantes

O penúltimo dia de inscrições para o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) se encerrou com 22 candidatos confirmados, dentre eles dois ex-parlamentares, ambos do PMDB, Mauro Tapety e Kleber Eulálio, que atualmente é prefeito do município de Picos. Qualquer cidadão piauiense que preencha os requisitos estabelecidos no edital da disputa pode entrar na concorrência, contudo os ex-deputados já despontam como os preferidos nos bastidores da Casa, tendo em vista que a votação é restrita à Assembleia.

Apesar da tendência e a reflexão em torno do histórico de escolhas do Poder, Eulálio negou em entrevista ao Jornal Meio Norte que seja o favorito, enaltecendo o respeito aos demais pleiteantes. “Não existe isso de favoritismo, a princípio todos têm possibilidade iguais, os oriundos da Casa têm mais chances, então vamos aguardar os acontecimentos, quem tiver maior poder de convencimento, vence. O caminho mais curto para você perder uma eleição, é achar que já ganhou”, disse.

Ele ainda comentou os motivos que o levaram a buscar o cargo. “Primeiro, o desejo de ser conselheiro, o Tribunal de Contas do Estado do Piauí é uma instituição exemplar e eu gostaria se possível, de compor aquela Corte. A experiência adquirida ao longo desses 30 anos de vida pública, eu posso contribuir para que a nossa Corte de contas continua a ser essa instituição exemplar e respeitada por toda a sociedade piauiense”, limitou.

Sobre o possível apoio do governador do Estado, Wellington Dias (PT) e o presidente da Assembleia, Themístocles Filho (PMDB), o prefeito negou que haja qualquer articulação neste sentido, mesmo tendo se reuniu na semana passada com o governador. “Certamente o governador tem aqueles que lhe ouvem, o presidente também, todos tem aqueles que eventualmente vão consultá-los, temos algum tempo para a votação e até lá muita conversa acontecerá”, impôs.

ENCONTRO - Após concluir o processo instituído para a confirmação, o prefeito de Picos encontrou o colega de sigla e concorrente, Mauro Tapety, nos corredores da Assembleia. Na conversa, os dois deixaram claro que não existe nenhuma rivalidade, destacando que a amizade é maior do que a disputa. “O PMDB tem dois candidatos, é um direito dos dois disputarem, não compromete a harmonia, a amizade é maior que a disputa”, afirmou Tapety. Segundo o ex-deputado, não se trata de uma questão política, o que prevalecerá será a vontade de cada um dos trinta parlamentares.

 

Fonte: Francy Teixeira