Com "axé de Deus", Marcha para Jesus reúne 1 milhão de fiéis

Com "axé de Deus", Marcha para Jesus reúne 1 milhão de fiéis

A caminhada começou por volta das 10h no Parque da Luz e seguiu até a Praça Campo de Bagatelle

Ao som de trios elétricos que tocavam desde o "axé de Deus" até o "rock do Senhor", passando por uma infinidade de estilos, a Marcha para Jesus reuniu neste sábado milhares de pessoas na zona norte da capital paulista. A caminhada começou por volta das 10h no Parque da Luz e seguiu até a Praça Campo de Bagatelle, onde estava montado um grande palco em que se apresentavam grupos de música gospel.

De acordo com estimativas da Polícia Militar, 1 milhão de pessoas devem passar pelo local até o fim do dia - número bem mais modesto do que na conta dos organizadores. Enquanto o palco se enchia lentamente, os trios elétricos arrastavam uma multidão de fiéis evangélicos de muitas igrejas diferentes, de católicos e de curiosos, que foram ao evento para conhecer.

"Eu sempre tive vontade de vir", diz a curiosa Marly Silva, produtora de 43 anos que não se define em nenhuma religião específica. "Eu gosto do catolicismo, do espiritismo, gosto da forma como os evangélicos lidam com a fé", disse ela. "Acho bonito como há muitos jovens, e a maneira aberta como eles declaram seu amor a Deus me toca muito".

Apesar de estar marcada para as 10h, a concentração no Parque da Luz começou muito mais cedo. "Levantei às 5h e às 7h30 eu já estava aqui", contou Ana Maria, de 61 anos, que pertence à Igreja Renascer em Cristo de Itaquera. "Faz 17 anos que eu venho. A minha mãe veio até os 92 anos, essa é a primeira marcha que ela não vem", disse ela, que pretende ficar até o final do dia pelo evento.

Um dos mais animados, que cantava junto com o trio elétrico, era Abner Lopes Noggerini, 23 anos. Ele conta que vem à marcha sempre que pode porque o movimento representa a sua fé. "A igreja faz diferença na sociedade, tem menos violência, menos drogas, e aqui vêm todas as tribos", disse ele, que vestia uma camiseta de uma banda de rock e afirmou gostar da música do evento. "A música é de qualidade, tem muitas orações, mas o mais importante de tudo é que as pessoas se unem pela fé".

Política para Jesus

O candidato do PMDB a prefeito de São Paulo, Gabriel Chalita, foi o único dos prefeituráveis a comparecer à marcha. Ligado à Igreja Católica, o deputado federal e ex-apresentador de um programa no canal religioso Canção Nova chegou pouco antes do meio-dia e caminhou atrás dos trios elétricos, junto com os fiéis.

O nome do PRB, Celso Russomanno, segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto, cancelou sua participação "por motivos de força maior". Segundo sua assessoria, o candidato, cuja mãe morreu nesta semana, vai passar o fim de semana com a família. O petista Fernando Haddad, neste sábado, participava de duas plenárias de lançamento de vereadores de sua coligação. O tucano José Serra visitou a ciclovia da Radial Leste, em Itaquera.









Fonte: Terra