Com o celular na bolsa, mulher acusa jovem negro de roubo

O vídeo foi compartilhado no Facebook

Um vídeo compartilhado no Facebook vendo dando o que falar.  Um dos passageiros registra a cena que acontece com mais frequência do que se pensa. Um homem negro é acusado de cometer um crime sem a suposta vítima ter provas.

Apesar de estar em um vagão de trem rodeada de várias pessoas, a mulher que se sentiu violada acusou o rapaz de ter furtado o seu celular. O vídeo grava o diálogo entre os dois.

Com um sotaque forte, o homem que provavelmente não é brasileiro se defende: "Você conhece eu? Eu não peguei".

A mulher insiste. Revira a bolsa e não acha o aparelho. Depois, pede para ele esvaziar os bolsos e comprovar que não pegou nada. O rapaz continua a dizer que ele não é culpado, e ela resolve procurar o celular novamente. Então, encontra o objeto dentro da própria bolsa.


Até então, ninguém no vagão havia se mobilizado. Mas quando ela encontra o telefone, algumas pessoas saíram em defesa do rapaz.

Os passageiros que assistiram a cena bizarra, não ficaram calados. O jovem que gravou a cena com o celular questiona: "A senhora é racista. Por que, entre todas as pessoas, você acusou logo ele, que é negro?".

Claramente a senhora, e não convenceu: "Eu não sou racista. Meu marido é negro".

A situação é apenas mais um reflexo de como o racismo é naturalizado e estrutural no País. Apesar dos avanços nos direitos civis, nunca se conseguiu superar a escravidão, e vestígios do preconceito para com os negros se revelam ora nos detalhes, ora de forma escancarada, como nesta situação.

Na página do Facebook, os usuários não ficaram calados.


Fonte: Com informações do Brasil Post