Comando dos Bombeiros assina Termo de Ajuste de Conduta para melhorar condições de trabalho dos militares

Após a denúncia da Abmepi junto ao Ministério Público, foi feita uma vistoria pela Vigilância Sanitária, que constatou as irregularidades

Acontece nesta quinta-feira(04), às 9 horas, na Procuradoria Regional do Trabalho, a segunda audiência entre a Associação dos Bombeiros Militares do Piauí (Abmepi) e o Comando do Corpo de Bombeiros para finalizar o Termo de Ajuste de Conduta (TAC) sobre melhorias nas condições de trabalho e equipamentos de proteção individual para os bombeiros do Estado.

Após a denúncia da Abmepi junto ao Ministério Público, foi feita uma vistoria pela Vigilância Sanitária, que constatou as irregularidades: bombeiros sem máscaras de proteção, protetor solar, falta de colchões em alojamentos, etc.

Na primeira audiência ficou acertado que o comando deveria fazer um cronograma de entrega de equipamentos de proteção individual para cada bombeiro, tanto da capital quanto do interior. O cronograma vale para este ano. Além de melhorar a estrutura para os quartéis.

?Estamos preocupados com a salubridade dos nossos bombeiros. O que queremos é proteger nossos homens e mulheres durante a execução de suas missões. Não podemos correr o risco de salvar vidas, mas adoecermos e até morrermos porque não estamos com capacetes, máscaras e correndo risco de pegar câncer de pele, por não nos protegermos do sol?, explicou o presidente da Abmepi, Subtenente Flaubert Rocha.

Fonte: Ascom