Combate ao Aedes aegypti é tema de evento sobre Saúde na Escola

O evento será nesta terça-feira na Escola Antilhon Ribeiro Soares

Amanhã (22), a partir das 9h, a Escola Municipal Antilhon Ribeiro Soares recebe o dia D da Semana Saúde na Escola, que ocorre em todo o país. Este ano, o tema é o combate ao mosquito Aedes aegypti, e os profissionais de saúde e educação estão realizando atividades sobre o assunto com os estudantes durante todo o mês de março.

A escola, que fica no bairro Lourival Parente, receberá atividades como dramatização de uma peça sobre a zika, dengue e chikungunya, além da presença de um estande e exibição de cartazes sobre o tema e a promoção de redações produzidas pelos alunos. “Os estudantes também serão levados em uma visita aos domicílios vizinhos para orientação in loco de como combater os focos do mosquito”, conta Ayla Calixto, gerente de Atenção Básica da Fundação Municipal de Saúde (FMS).

Haverá ainda uma inspeção da escola para o recebimento do “selo verde”, certificado da Prefeitura de Teresina dado a locais onde não foram encontrados focos do mosquito da dengue, zika e chikungunya. A ação é uma parceria entre as escolas e a equipe 119 da Estratégia Saúde da Família (ESF).

A Semana Saúde na Escola teve como datas oficiais os dias 7 a 11 de março. No entanto, em Teresina, estão sendo realizadas atividades durante todo este mês. “Os profissionais de saúde estão visitando as escolas e realizando atividades educativas com os alunos”, conta Ayla Calixto, gerente de Atenção Básica da FMS. “Além disso, os agentes de saúde e equipes de limpeza das escolas estão realizando faxinas para se certificar que não existem focos do mosquito no ambiente escolar”, completa ela.

O Programa Saúde na Escola é uma parceria entre órgãos da saúde e educação para o atendimento no ambiente escolar. O programa propõe atividades de prevenção, diagnóstico e promoção da saúde, além de promover educação permanente, capacitação dos profissionais (educação e saúde), monitoramento e avaliação da saúde dos estudantes através dos sistemas de informação SIMEC e E-SUS.

Fonte: Portal MN