Começa a vacinação de gestantes e crianças contra tríplice bacteriana no Piauí

Ela imuniza grávidas contra a difteria e o tétano

A partir de hoje, será aplicada em todos os postos de saúde da capital, a vacina tríplice bacteriana para gestantes. Ela imuniza grávidas contra a difteria e o tétano, sendo assim importante para mães e bebês.
A data também marca o início da Campanha de Vacinação Infantil contra os vírus da Poliomielite e Sarampo, com expectativa de imunizar 56.121 crianças contra pólio em Teresina.

No caso da vacinação para gestantes (foto), a vacina estará disponível todos os dias nos postos de saúde, basta levar o cartão de vacina. Vale lembrar que a mãe que não tomar a vacina coloca o filho em risco, por isso a vacinação é importante.

A vacina será aplicada em grávidas a partir da 27º semana de gestação até 20 dias antes da data provável do parto.

As gestantes devem ficar atentas ao calendário nacional de imunização, e com essa vacinação a meta é diminuir os casos da doença como também de mortes de recém-nascidos.

Um diferencial é que a vacina, é acelular (contém muito menos parede celular de algumas bactérias). Logo, sua fabricação usa alta tecnologia e é mais eficaz. A vacinação é de graça e vai estar disponível em mais de 100 postos espalhados em Teresina.

104 salas de vacina para crianças

Hoje, dia da abertura da Campanha de Vacinação Infantil contra os vírus da Poliomielite e Sarampo, todas as 104 salas de vacina de Teresina estarão abertas para vacinação das crianças.

Segundo a diretora de vigilância em saúde da Fundação Municipal de Saúde, Amariles Borba, serão imunizadas as crianças com idade entre seis meses e cinco anos. Já contra o sarampo serão imunizados os meninos e meninas de um a cinco anos. “A meta de vacinação contra o sarampo não é definida, já que temos que analisar quem já tomou ou não a vacina”, explicou. Contra a pólio, apesar do Brasil não apresentar nenhum caso da doença desde 1990, é importante cumprir o calendário de vacinação, pois o vírus ainda está ativo em alguns países, principalmente na África. A Organização Mundial de Saúde registrou somente este ano, 149 casos da doença.

Com relação ao sarampo a situação é mais preocupante. Entre 2013 e setembro de 2014 foram registrados 596 casos da doença no país, com maior concentração nos estados de Pernambuco, com 224 casos, e Ceará, com 365. Em ambos os estados, as crianças menores de 5 anos foram as mais acometidas. “O vírus está bem próximo de nós, no vizinho estado do Ceará, por isso, o reforço da vacinação se torna ainda mais importante. Faço um apelo aos pais para que levem seus filhos para vacinar”, alerta a Diretora de Vigilância em Saúde, Amariles Borba.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

 

 

Fonte: Daniely Viana