Começa Campanha de Multivacinação em Teresina; veja

Começa Campanha de Multivacinação em Teresina; veja

O dia D da Campanha Nacional acontece dia 25 de agosto na capital.

Em virtude da ampliação do Calendário Nacional de Imunização determinada pelo Ministério da Saúde, a Fundação Municipal de Saúde (FMS), da Prefeitura de Teresina, realizará, a partir do dia 20 de agosto a Campanha de Multivacinação para atualização da caderneta das crianças menores de cinco anos do município.

O dia D da Campanha Nacional acontece, em todo o país, no dia 18 de agosto, mas em Teresina, acontecerá dia 25 de agosto, em todas as Unidades de Saúde do Município. Todas as crianças podem ser levadas às salas de vacina das Unidades Básicas de Saúde e dos Hospitais Municipais para serem vacinadas contra as doenças que ainda não receberam imunização.

Serão introduzidas na rotina de imunização das crianças duas novas vacinas, que são a pentavalente e a vacina injetável da pólio e, para que todas as crianças sejam imunizadas, o Ministério da Saúde realiza a campanha de atualização da caderneta de vacina das crianças.

As crianças, no primeiro ano de vida, recebem vacinas que previnem contra doenças como sarampo, tétano, rubéola, difteria, coqueluche, hepatite B, pneumonia, meningite, rotavírus e poliomielite, entre outras, a sua maioria, injetável. Com a finalidade de imunizar e proteger as crianças de forma eficaz, a Campanha de Multivacinação tem como principal objetivo diminuir o número de injeções em um mesmo momento. Através de vacinas combinadas, são administrados produtos que numa única apresentação contêm um número maior de antígenos capazes de estimular a resposta imunológica contra mais de um agente infeccioso, vírus ou bactéria.

A coordenadora de ações assistenciais da FMS, Amariles Borba, explica que doenças como pólio, sarampo e rubéola ainda são registradas no mundo todo e que, como ocorre um fluxo de pessoas de outros países o ano todo, é indispensável que as crianças estejam imunizadas.

?Dentre as mudanças implantadas com a ampliação do Calendário Nacional de Imunização, o trabalho do profissional de enfermagem vai ficar mais hábil e a criança será beneficiada com a facilidade de administração. Pois será reduzida a dor e o medo da criança e, além disso,diminuirá o número de idas aos serviços de saúde, possibilitando assim, um maior alcance das coberturas vacinais?, destaca Amariles Borba.

Durante a Campanha de Multivacinação não existe uma meta determinada pelo Ministério da Saúde, contudo, é importante que os pais das crianças procurem a sala de vacina mais próxima da sua residência para imunizar e proteger o seu filho dos vírus. É necessário que esta ação de cidadania seja realizada por todos com responsabilidade, uma vez que a manutenção do calendário de vacina atualizado é uma questão de desenvolvimento da Capital, pois vários empresários, quando procuram locais para investimentos, levam em consideração os indicadores dos municípios, incluindo saneamento básico e cobertura vacinal.

?No próximo ano, o Brasil sediará grandes eventos internacionais, como a Jornada Mundial da Juventude e a Copa das Confederações, o que vai gerar um grande número de pessoas de outros países circulando pelo Brasil. Isso pode fazer com que o vírus da pólio, por exemplo, volte a circular no Brasil, por isso a importância de manter a caderneta de vacinação em dia?, reitera Amariles Borba.

Fonte: edição portal Meio Norte