Veja biografias de Xavier Neto e Jaime Amorim; vídeo

Conselheiros Xavier Neto e Jaime Amorim morreram em queda de avião.

O conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) e ex-deputado estadual Xavier Neto, o conselheiro substituto do TCE-PI, Jaime Amorim Júnior, e o piloto Edvaldo Buik morreram carbonizados na manhã de ontem em consequência da explosão de avião monomotor BEM 711-C Corisco, de prefixo PT-NKS, após a colisão com uma serra entre os municípios Canavieira e Elizeu Martins (400 km de Teresina).

Xavier Neto


Guilherme Xavier de Oliveira Neto era natural de Amarante e dedicou boa parte da sua vida à política piauiense. Exerceu por seis vezes o mandato de deputado estadual do Piauí, e um mandato de suplente. Xavier Neto se formou em Farmácia e Direito e ocupou a direção do Serviço de Fiscalização Profissional da Secretaria de Saúde e chefe do Serviço Farmacêutico do Instituto de Assistência e Previdência do Estado do Piauí (IAPEP), e presidiu o Conselho Regional de Farmácia.

Atualmente era Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI). Xavier Neto também foi oficial da reserva do Exército Brasileiro, tendo sido convocado em 1972 para atuar no combate à Guerrilha do Araguaia. Em 1982 foi eleito deputado estadual pelo PDS, migrando depois para o PFL, quando conquistou a reeleição em 1986.

Já em 1988 ele migrou para o Partido Liberal (PL), quando aceitou o cargo de Secretário de Segurança a convite do governador Alberto Silva, até então seu adversário político. O conselheiro do TCE-PI também foi presidente do Partido Liberal no ano de 1992, e reeleito deputado estadual em 1990 e 1994.

Ele também disputou o Palácio da Cidade em 1996, porém perdeu as eleições. Xavier foi eleito suplente de deputado estadual em 1998, e exerceu o mandato após a nomeação de parlamentares para o secretariado do governador Mão Santa, conquistando novos mandatos em 2002 e 2006. Em 2010 renunciou à vida parlamentar, quando foi eleito conselheiro do Tribunal de Contas do Piauí.

Guilherme Xavier de Oliveira Neto nasceu em 20 de novembro de 1947, e morreu ontem aos 65 anos, vítima do acidente de avião em que viajava, para cumprir uma atividade oficial pelo Tribunal de Contas do Estado Piauí (TCE-PI), na cidade de Parnaguá. O conselheiro deixa a esposa, três filhos e netos.

Jaime Amorim


Jaime Amorim Júnior estudou sua vida inteira em escola pública e era formado em Direito pela Universidade Federal do Piauí (UFPI). Natural de Teresina, Jaime dedicou sua vida ao direito público do Piauí. Antes se tornar conselheiro auxiliar da Corregedoria do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI), Jaime Amorim trabalhou dois anos no Tribunal Regional do Trabalho do Piauí (TRT-PI), onde foi Auxiliar Judiciário. Nascido em em 12 de abril de 1971, Jaime ingressou no Tribunal de Contas do Estado como Auditor, em maio de 1995, após aprovação em concurso público.

O conselheiro auxiliar da corregedoria também possuía curso de formação de Delegado da Polícia Federal, realizado na Academia Nacional de Polícia, em Brasília, e Curso de Preparação à Magistratura, pela Escola Superior da Magistratura do Piauí. Jaime era especialista em Controle Externo da Administração Pública, além de ser professor de Direito do Trabalho e Previdenciário em instituições de Direito Público e Privado, e atualmente ministrava aulas de Direito no Instituto Federal do Piauí (IFPI).

Depois de uma vida inteira dedicada ao direito público, Jaime Amorim Júnior, morreu ontem no acidente que também vitimou o conselheiro Xavier Neto e o piloto Edvaldo Buik. Jaime deixa a esposa Juliana Martins, e o filho de dois anos, Luiz André.

Fonte: Gisele Alves