Correios poderá entrar em greve ainda esse mês de Setembro

Será realizado uma assembléia geral amnhã para decidir se haverá greve

CONFIRA A REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DESTA QUARTA-FEIRA (10) DO JORNAL MEIO NORTE

Os trabalhadores dos Correios poderão entrar em greve novamente, ainda esse mês. A categoria não aceitou o reajuste salarial de 6,5% proposto pela direção da empresa, e se reúne amanhã (10), em assembleia geral, para apreciação da proposta. Durante a reunião, a classe deverá deliberar estado de greve.

“Nós vamos apreciar a proposta hoje a noite, mas já há o indicativo de que a classe não irá aceitar esse percentual de reajuste e nós entraremos em estado de greve. Nesse período nós vamos preparar a paralisação, que será deflagrada posteriormente, caso não haja negociação”, disse o vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios do Piauí (Sintect-PI), Antônio Duarte. Assembleias serão realizadas em todo o Brasil, para analisar a proposta, além do Piauí, outros os trabalhadores de outros Estados também poderão cruzar os braços.

Uma nova assembleia geral será realizada no dia 17 desse mês, onde serão analisados os avanços nas negociações, durante a semana. Caso não se avance, a classe deverá cruzar os braços por tempo indeterminado. “Nós tentamos negociar com a empresa por um mês e o que eles nos ofereceram como contra proposta foi apenas esse reajuste de 6,5%. Nós não podemos aceitar isso”, argumentou.

 

Clique aqui e curta a página do meionorte.com no Facebook

Fonte: Pollyana Carvalho