Cria realiza campanha "Mãos à obra" para reformar sua sede no Centro de Teresina

Atualmente o Cria conta com uma equipe de profissionais de vários ramos, estagiários e colaboradores

Desde o início do mês de março, o Centro de Reintegração Familiar e Incentivo à Adoção (Cria) lançou à campanha "Mãos à obra", com o objetivo de angariar fundos para reformar a sede da Organização Não Governamental, que foi cedida em comodato por tempo indeterminado, pela Secretaria da Educação e Cultura do Estado, no ano de 2009, e desde então nunca passou por nenhuma reforma.

O Cria é uma instituição sem fins lucrativos e sobrevive apenas por meio de doações e da venda de peças do bazar permanente que a ONG mantém. Através das doações, o Centro atende crianças e adolescentes dos sete abrigos da cidade, em especial do Lar Maria João de Deus, Abrigo Feminino, Abrigo Masculino e Casa Reencontro.

De acordo com a assistente social e presidente do Cria, Francimélia Nogueira, a reforma é essencial para melhorar a estrutura física do local e oferecer um ambiente bonito, com cores, espaços adequados e aconchegantes.

"Queremos oferecer um espaço, mais alegre, mais lúdico, porque isso vai trazer um resultado muito positivo para os projetos desenvolvidos pela organização junto às crianças", coloca Francimélia ao frisar que a Campanha deve ajudar também na construção de uma brinquedoteca, que oferecerá as crianças e jovens teatro de bonecos, contadores de histórias, dramatização e empréstimos de livros.

"Nossas crianças têm uma defasagem muito grande no domínio dos conteúdos escolares e o incentivo à leitura é fundamental. Queremos despertar esse interesse nelas", disse Francimélia.

Atualmente o Cria conta com uma equipe de profissionais de vários ramos, estagiários e colaboradores que lutam pela garantia do direito de crianças e adolescentes institucionalizados de viverem em família.

Cerca de 50 jovens já passaram pelos projetos da instituição e tiveram seus destinos mudados por programas como o "Família Acolhedora", que consiste no acolhimento familiar de crianças e adolescentes que vivem em abrigos, de forma subsidiada ou voluntária, até que eles possam ser reintegrados à família de origem ou para serem adotados.

Os interessados em ajudar podem obter mais informações através do site: (www.criapiuai.blogspot.com) ou facebook/cria.pi. A sede do Cria fica localizada na Rua São Pedro, 1841, no centro de Teresina e o telefone para contato é (86) 3216-6276. (A.D.)

Fonte: Aline Damasceno