Criança encontra camisinha dentro de lanche em fast-food

A embalagem da camisinha estava aberta, o que levou a polícia a investigar

A polícia investiga como uma camisinha foi parar na caixa do lanche que uma menina de 7 anos tinha comprado em uma loja de uma rede norte-americana de fast-food no cantão de Freiburg, na Suíça.

O estranho incidente, revelado nesta terça-feira por jornais suíços, foi descoberto quando uma mãe foi denunciar à polícia que sua filha de 7 anos tinha encontrado um preservativo entre as batatas fritas do lanche comprado na cidade de Granges-Paccot.

A embalagem da camisinha estava aberta, o que levou a polícia a investigar, em primeiro lugar, se havia sido usada.

Segundo Benoit Dumas, porta-voz da polícia, as primeiras análises divulgadas apontam que o preservativo não estava usado, ou pelo menos "não tinha sido utilizado em uma relação sexual completa".

Porém ainda não foi possível determinar como o preservativo chegou ao lanche da menina.

O porta-voz da polícia lamentou que a mãe, de 41 anos, só tenha levado um pedaço da embalagem do lanche com prova, e dez horas após tê-lo achado, o que dificultou as análises.

A mãe da menina disse à imprensa suíça que, do momento em que comprou o lanche até sua filha começar a comer, em um parque próximo, não houve possibilidade alguma de que alguém tenha colocado o preservativo nas batatas fritas.

Fonte: g1, www.g1.com.br