Crianças obesas usam cães para trapacear em teste

Os pesquisadores do Centro de Medicina Esportiva Mile End distribuiu a cerca de 200 crianças do bairro de Whitechapel

Um grupo de crianças britânicas que participou de um estudo sobre exercícios físicos trapaceou colocando em seus cachorros os medidores que eles mesmos deveriam carregar como parte do levantamento.

Os pesquisadores do Centro de Medicina Esportiva Mile End distribuiu a cerca de 200 crianças do bairro de Whitechapel (zona leste de Londres) pedômetros, aparelhos que medem quantos passos elas dão ao andar ou correr.

As crianças, com 11 ou 12 anos, foram instruídas a levar os pedômetros na cintura para que fosse medido o nível de atividade física diário delas. No entanto, quando os pesquisadores mediram o nível de atividade de algumas crianças obesas, ficaram espantados ao constatar o nível de atividade delas. "Depois de uma semana, nós descobrimos que algumas crianças eram extremamente ativas, mas ainda assim obesas", disse Nicola Maffulli, um dos estudiosos responsáveis pela pesquisa. "Então percebemos que eles estavam colocando os pedômetros nas coleiras de seus cachorros".

Uma vez ajustado para corrigir a "ajudinha" dos cachorros, o estudo revelou que os garotos pesquisados andam ou correm 12.620 passos por dia, menos do que os 15 mil recomendados diariamente.

As meninas andaram ainda menos: 10.150 passos por dia, quando o recomendado para elas são 12 mil. Os pesquisadores pensam agora ampliar o estudo, incluindo mais crianças na mesma região.

Fonte: Terra, www.terra.com.br