Crianças teriam recebido dinheiro em troca de relações sexuais

Centenas de CDs e DVDs "piratas" foram encontrados na casa do acusado

A Polícia Civil de Uruará, no sudeste do estado, investiga casos de exploração sexual de crianças na cidade. Um homem de mais de 50 anos de idade é acusado de manter relação sexual com duas irmãs de 11 e 12 anos. Para aliciá-las, ele pagava R$ 50 para a criança de 11 anos e R$ 20 para a de 12 anos, por cada encontro.

O caso foi descoberto pelo próprio pai das meninas, que desconfiou do comportamento das filhas. Ele resolveu seguir as filhas e viu uma delas entrar na casa do acusado. O pai procurou ajuda no Conselho Tutelar, que chamou as meninas para depor.

Durante o depoimento da menina de 11 anos, o crime foi constatado. A criança afirmou que teria ido a casa de Raimundo por três vezes. Já a irmã, teria estado no local por duas vezes.

Segundo a polícia, ambas também já teriam ido a um motel da cidade levadas por outro homem e teriam recebido R$ 50 pelo encontro.

O caso foi registrado na Delegacia da Polícia Civil de Uruará. Uma equipe de investigadores foi até a casa do acusado, mas ele já havia fugido.

No local, os policiais encontraram centenas de CDs e DVDs "piratas", uma copiadora e várias gravadoras usadas em reproduções ilegais de mídias.

Foi instaurado um inquérito policial para apurar o caso de estupro de vulnerável em que Raimundo Souza é apontado como o autor. Ele pode pegar de 8 a 15 anos de reclusão.

Fonte: G1